Novo Lotus Esprit será híbrido V6 com mais de 500 cv

Lotus Esprit Concept de 2010

Ingleses preparam ofensiva de modelos com nova plataforma, onde se incluirá o regresso do Elan.

A Lotus surpreendeu o mundo há dez anos quando apresentou cinco protótipos no Salão de Paris, com um deles a antecipar uma futura geração do Esprit (na imagem), um modelo com motor V8 5.0 de origem Toyota/Lexus com compressor a debitar 550 cv (e 620 cv na versão Esprit R) a lançar em 2013, mas que nunca se concretizou devido aos conhecidos problemas financeiros do construtor britânico. Agora, numa altura em que a Lotus vive um novo impulso após ter sido adquirida pela Geely (a dona da Volvo), surgem novos desenvolvimentos com a Autocar a dar conta de um sucessor do Esprit que está na calha para a segunda metade de 2021. O modelo em questão, o primeiro modelo de produção em escala da Lotus em 12 anos, que poderá ou não ter o nome Esprit, contará com um motor V6 3.5 de origem Toyota associado a um módulo híbrido, que será criado com a ajuda do “know-how” da Volvo. Para já, ainda não se sabe se o motor em causa será naturalmente aspirado ou com indução forçada. Apenas se sabe que o sistema em causa permitirá um débito total consideravelmente acima dos 500 cv.

Este novo Esprit será o último modelo a ser feito a partir da mesma plataforma em alumínio extrudido do Evora e posicionar-se-á deste. Este novo modelo de motor central terá dois lugares e espaço na bagageira suficiente para o tornar prático para uma utilização quotidiana, tornando-se no modelo da Lotus mais funcional da atualidade. Tal como vem sendo hábito nos outros modelos saídos de Norfolk, esta nova criação contará com um pack que o torna mais “focado”. Visualmente, o novo Esprit será fortemente inspirado no hiperdesportivo elétrico Evija. O novo carro será desenvolvido de forma a cumprir as normas dos mercados chinês e norte-americano.

Além do regresso do Esprit, a Lotus está a desenvolver uma nova plataforma que permitirá conceber modelos de vários segmentos. Um dos previstos é o regresso do Elan.

Deixe uma resposta

*