Mercedes-Benz 600 Pullman demora sete anos a ser restaurado

Mercedes-Benz 600 Pullman (W 100) View Gallery 20 photos

Tratamento de luxo no interior foi executado pelo departamento de clássicos da marca germânica.

Se existem automóveis que ficam para a história pela quantidade de personalidades que transportaram, o Mercedes-Benz 600 (W100) Pullman é um deles. Lançado em 1964 pelo construtor germânico, o modelo trouxe a jogo alguns sistemas inovadores e acabou por ser a escolha para transporte oficial de celebridades como John Lennon, Coco Channel, Elvis Presley ou Elizabeth Taylor.

Meio século após o seu lançamento, o departamento de veículos clássicos da Mercedes-Benz foi contactado por um cliente que requisitou a transformação do veículo de acordo com os parâmetros de conforto e segurança atuais. Os responsáveis pela marca de Estugarda aceitaram o desafio e decidiram utilizar alguns dos componentes que equipam os seus modelos atuais. Desta forma, foi instalado um teto panorâmico (proveniente da Maybach), um sistema de ar condicionado automático, bancos de ajuste elétrico, um mini-frigorifico, um ecrã de dimensões generosas e uma variedade de sistemas de conectividade. O motor V8 de 6.3 litros com 250 cv de potência e 500 Nm de binário não foi alterado, mas também foi alvo de um restauro completo.

Esta renovação demorou cerca de sete anos a ser concretizada e custou ao cliente a módica quantia de 3 milhões de euros. O resultado é um Mercedes-Benz 600 Pullman com o exterior original e o interior apetrechado com as mais recentes tecnologias, uma perfeita combinação entre passado e presente. Este exclusivo exemplar está agora à venda na Auto Leitner, um concessionário alemão, por 2,15 milhões de euros.

Deixe uma resposta

*