AC Cobra retoma a produção com versão elétrica

AC Cobra elétrico View Gallery 2 photos

Icónico modelo receberá ainda uma opção a gasolina com o motor Ford 2.3 Ecoboost de quatro cilindros a debitar 350 cv.

A produção do Cobra teve início em 1962, quando Carroll Shelby contactou a AC Cars e solicitou a utilização do chassis “Ace”. Colocou-lhe um potente motor V8 da Ford, aperfeiçoou o seu desempenho e renomeou o veículo com a designação Cobra. Desde aí, tanto o piloto norte-americano como o construtor britânico têm produzido, de forma intermitente, diversas versões do modelo. Eis que agora a AC Cars anuncia que vai voltar a produzir algumas unidades do icónico veículo com uma novidade: uma versão completamente elétrica.

O novo modelo terá o mesmo chassis como base e possuirá uma aparência praticamente idêntica à versão original. Segundo os engenheiros, estará dotado com um conjunto de baterias de 54 kWh que permitirão percorrer cerca de 240 km com uma única carga. O motor elétrico deverá produzir algo como 312 cv de potência e 250 Nm de binário e terá uma função que alcançará os 500 Nm de binário momentaneamente. Com um peso situado nos 1250 kg, este Cobra elétrico conseguirá percorrer o tempo dos 0-100 km/h em 6,7 segundos.

Entre os outros exemplares que irão retomar a produção, está uma versão que fará uso do motor 2.3 Ecoboost de quatro cilindros em linha proveniente da Ford. Nesta especificação, a motorização debitará 350 cv de potência e 440 Nm de binário. Com um peso naturalmente inferior à versão elétrica, este Cobra atingirá os 100 km/h em aproximadamente 6 segundos.

Serão produzidos somente 58 exemplares de ambas as versões, devido à produção do AC Cobra original se ter iniciado há 58 anos. Quanto a preços, o AC Cobra com o motor a gasolina custará 93 mil euros e o inconformista AC Cobra elétrico valerá 151 mil euros. Está previsto que as primeiras entregas sejam realizadas no final do presente ano.

Deixe uma resposta

*