Defender original convertido em elétrico

Electric Twisted Defender View Gallery 6 photos

Versão da Twisted permite alcançar 322 km de autonomia. Mantem redutoras e tração integral.

A nova geração do Land Rover Defender representa um grande salto tecnológico e de refinamento, e por isso há quem continue a preferir o modelo original. E a solução para os puristas continuarem a usufruir do “feeling” do clássico jipe poderá passar pela aquisição de uma versão 100% elétrica. É precisamente para ir de encontro a essa linha de raciocínio que os britânicos da Twisted Automotive, especialistas há cerca de duas décadas na preparação do Defender (normalmente introduzindo modificações ao nível do chassis e do motor), permitem agora tornar o 4×4 num modelo elétrico. Para materializar este processo a Twister recorreu aos holandeses da Plower, com currículo na eletrificação de viaturas.

Este Twisted EV prescinde do tradicional motor a combustão e caixa de velocidades, mas mantem a configuração de tração integral clássica com caixa de redutoras. É possível optar por um motor elétrico de 217 cv e 380 Nm ou 325 cv e 460 Nm, ambos alimentados por uma bateria de 60 kWh de capacidade (colocada no piso do carro), que lhe garantem autonomia superior a 322 km. Numa tomada de 22 kW, o Twisted EV carrega a bateria em cerca de três horas. O modelo elétrico que é compatível com pontos de carga domésticos a 11 kW beneficia dos modos de condução Sport, Eco e Off-road. Na sua versão mais potente, o Defender da Twisted tem mais do dobro da potência do Defender Td5 e apenas menos 80 cv face ao Defender Works V8.

A Twisted promete uma prestação dentro e fora do asfalto similar aos Defender tradicionais, mas sem emissões ou qualquer ruído emitido pelo motor. O preparador incluiu no pack (de série na versão mais potente e opcional na versão base) uma suspensão da Bilstein, discos de travão de diâmetro superior, pinças de travão mais eficazes, assim como jantes e pneus mais largos. Podem ser utilizados como base para esta transformação qualquer uma das versões do Defender: 90, 110 ou 130. A maioria dos componentes elétricos surgem colocados no compartimento onde habitualmente está localizado o motor a combustão, o que permite manter a distribuição de pesos. A juntar a isso, ambas as motorizações permitem a capacidade para rebocar 3500 kg do modelo original.

Em opção, o Twisted EV pode também contemplar modificações de estilo, nomeadamente os para-choques, grelha do radiador, entradas de ar no capot e proteções inferiores da carroçaria. Na lista constam ainda bacquets Recaro, volante Moto Lita em madeira, material de insonorização adicional e tablier revestido em couro.

O processo de conversão, a realizar em Bristol (no Reino Unido) ou na Virgínia (EUA), demora duas semanas e custa 78 mil euros. Já está disponível para encomenda.

Deixe uma resposta

*