Hipercarro elétrico búlgaro promete 5221 cv

Alieno Arcanum View Gallery 15 photos

Munido de até 24 motores, o Alieno Arcanum será apresentado no início de 2021 com a promessa de ser o modelo elétrico mais avançado do mundo.

A Alieno apresentou o projeto Arcanum em 2018, prometendo o hipercarro elétrico tecnologicamente mais avançado do mundo, mas também o mais rápido, mais potente e mais seguro. Os números apresentados são bastante ambiciosos, com a versão de topo RP5 a anunciar 5221 cv e 8880 Nm, além de uma capacidade de alcançar 487 km/h de velocidade máxima. Pois bem, a empresa búlgara mostrou agora novas imagens geradas por computador deste modelo que tem apresentação agendada para janeiro de 2021. O projeto da Alieno, fundada por Ahmed Enchev (que fez carreira como vendedor de detetores de metais e que chegou a estar envolvido num projeto de desenvolvimento de um robot humanoide), passa ainda por outras variantes do hipercarro: o modelo base RP2 a debitar 2610 cv e 4440 Nm, o RP3 com 3481 cv e 5920 Nm e o RP4 com 4351 cv e 7400 Nm.

A Alieno permite personalizar por completo o carro, desde a disposição do interior, as decorações, mas também aspetos tão específicos como o comportamento em estrada ou a altura ao solo. O Alieno (“extraterrestre” em italiano) tem 5,24 metros de comprimento, 2,18 m de largura e 1,20 m de altura. O modelo da Arcanum é opção nas versões Street, Race ou Track. Utiliza seis motores elétricos de fluxo axial por roda (quatro ou cinco nas versões menos potentes da gama), para um total de 24 motores que permitem ao condutor ligá-los e desligá-los de modo a obter maior eficiência. O condutor pode optar por tração dianteira, traseira ou integral. O hipercarro vem equipado com jantes em carbono de 20 polegadas à frente e de 21 polegadas atrás acompanhadas de travões carbocerâmicos, com pinças de dez êmbolos à frente e de quatro atrás, e discos de 440 mm de diâmetro. A energia do carro é armazenada em supercondensadores e em baterias de grafeno. Pode ter unidades com 60 kWh, 120 kWh ou 180 kWh de capacidade, com autonomia a oscilar entre 340, 680 e 1020 km de autonomia. O fabricante diz que é possível carregar 80% das baterias em pouco mais de três minutos, caso seja ligado a um carregador de 2700 kW ou entre oito ou 13 minutos a 350 kW. Do chassis aos bancos, até os espelhos retrovisores, todo o carro é construído numa mistura de fibra de carbono, kevlar e alumínio. O peso do carro oscila entre 1,6 e 2,9 toneladas, dependendo do tamanho da bateria.

O fabricante diz que o desenho exterior do Arcanum é inspirado nos aviões-caça e no capacete de Darth Vader. Contudo, as semelhanças com modelos da Lamborghini são relativamente evidentes, com vários spoilers e elementos aerodinâmicos. A isso junta as portas de abertura em borboleta. Já o interior remete para o universo de filmes como “Avatar” ou “Prometheus”. Tudo no Arcanum é “robótico”, dos bancos, ao volante, coluna de direção, suspensão (patenteada pela Alieno), jantes e travagem regenerativa. O carro possui 17 câmaras, um LiDAR, oito radares, uma IMU (unidade de medição de inércia), alguns sensores não especificados e um assistente por voz chamado Alieno Artificial Intelligence. As atualizações de software são feitas “over the air” através da cloud da Alieno. Por dentro, é possível ter 2 ou 4 porta-copos e uma zona especial para armazenar bebidas com opção de suporte aquecido ou arrefecido, um porta-luvas e um compartimento adicional de arrumação atrás dos bancos da frente. Ao conjunto, junta-se ainda um sistema de iluminação variável em LED, ecrãs e gadgets de última geração.

O piloto de testes e responsável de vendas da Alieno, diz que o Arcanum “é fácil de conduzir, suave, divertido, seguro e sem defeitos. O máximo de aceleração é facilmente alcançável, para qualquer um que compre o carro. É muito estável e fácil de manobrar. A travagem é suave e tem um funcionamento lógico. Comporta-se como um carro normal que qualquer um pode conduzir”.

Já disponível em pré-encomenda, o preço do Arcanum oscila entre 750 mil e 1,5 milhões de euros. O tempo de espera oscila entre 18 e 30 meses, depois de efetuada a encomenda. Nesta fase, o fabricante ainda está à procura de investidores, mas garante que este modelo será fabricado em Tuhovishta, perto da fronteira com a Grécia.

Deixe uma resposta

*