Europa poderá ser autossuficiente a produzir baterias em 2025

Posto de carregamento da Iberdrola em Bilbau

Neste momento estão em construção 15 fábricas dedicadas à produção de baterias no Velho Continente.

A maior parte das baterias para carros elétricos são atualmente produzidas na China (sobretudo) e nos EUA, mas há cada vez mais fábrica na Europa dedicadas a estes componentes. A União Europeia está otimista com o ritmo de crescimento da produção de baterias no seu território, a ponto de o vice-presidente da Comissão Europeia afirmar que “a EU será capaz de produzir pack de baterias suficientes para os carros que produz em 2025”. Citado pela Reuters, Maros Sefcovic foi mais longe dizendo que: “até poderemos vir a aumentar a capacidade de exportação nessa área.” Para alcançar tal desiderato, Sefcovic será necessário produzir células suficientes para construir cerca de seis milhões de carros elétricos por ano até 2025.

A gigafábrica de Northvolt, na Suécia, é a referência atual, mas os sul-coreanos da Samsung SDI e SK Innovation com fábricas na Hungria e a chinesa LG Chem na Polónia representam também um papel importante no volume de produção desejado para a autossuficiência do Velho Continente no que toca às baterias. Atualmente, há 15 fábricas de grandes dimensões dedicadas à produção de baterias em construção na Europa. Entre elas figuram a da Chinese Svolt e da CATL que estão prestes a inaugurar fábricas na Alemanha. Se é certo que se tratam sobretudo de empresas asiáticas, a UE aprovou a ajuda do estado francês e alemão para a construção da fábrica de baterias do grupo PSA que se situará em Kaiserslautern (na Alemanha).

Deixe uma resposta

*