Aston Martin vai cancelar programa de fábrica do WEC

Aston Martin Vantage GTE

Construtor britânico focará a sua atividade na Fórmula 1 e no apoio a equipas de clientes.

A Aston Martin anunciou que vai sair oficialmente do mundial de resistência (WEC) em 2021. Em vez disso, a marca britânica vai concentrar os seus esforços no apoio às equipas de clientes que continuarão a correr com os V8 Vantage GTE. Além disso, a marca de Woking está, como se sabe, concentrada na entrada da Fórmula 1 na próxima temporada – contando com Lance Stroll e Sebastian Vettel (ex-Ferrari) como pilotos na renomeada equipa Racing Point F1, detida pelo CEO da Aston Martin, Lawrence Stroll. Isto significa que a Aston Martin não irá defender em 2021 o título de pilotos e construtores no WEC e a vitória nas 24 Horas de Le Mans.

A Aston Martin Racing foi fundada em 2004 com o preparador Prodrive a garantir a manutenção do DBR9 na categoria de GT1 logo no ano seguinte.  A equipa venceu pela primeira vez em Le Mans em 2007 e no ano seguinte construiu o seu primeiro protótipo. Após dificuldades em adaptar-se nos LMP1, os britânicos focaram-se nos GT do WEC em 2012, na altura em que a categoria foi lançada. Desde essa altura, a Aston Martin conseguiu vencer 47 provas, incluindo quatro vitórias na sua classe nas 24 Horas de Le Mans. A juntar a isso, os pilotos oficiais Nicki Thiim e Marco Sorensen venceram o campeonato por duas vezes e a equipa conquistou o título de construtores de GT deste ano.

Deixe uma resposta

*