Purosangue vai abrir caminho para família de SUV da Ferrari

Ferrari Purosangue render

Na calha estão, para já, dois novos SUV elétricos.

A Ferrari vai lançar o primeiro SUV/crossover da sua história no início de 2022. Segundo a Car Magazine, o Purosangue (na imagem um “render” assinado por Andrei Avarvarii) abrirá caminho para uma nova família de SUV/crossover. Assim, o SUV de quatro lugares Purosangue (também conhecido pelo nome de código F175) dará origem ao F244 e o F245, dois modelos previstos para 2024 e 2026, respetivamente. A nova plataforma modular em alumínio de Maranello com motor de colocação central dianteira, que partilha uma secção central comum com os modelos de motor central, está preparada para a “eletrificação” e possui piso tipo skate, que lhe permite esticar o suficiente para conceber um SUV de cinco lugares.

O Purosangue estará disponível numa versão com motor V12 com cerca de 800 cv e numa versão híbrida com base V8 4.0 acompanhada de quatro motores elétricos (um por roda) alimentados por uma bateria de iões de lítio cuja capacidade começa nos 80 kWh. Este sistema híbrido plug-in com cerca de 700 cv está apto a receber carregamentos rápidos. A plataforma permite ainda encaixar um motor V6.

O Purosangue já foi “apanhado” em testes de estrada e especula-se que o seu aspeto final terá mais o aspeto de uma shooting brake de “calças arregaçadas” com um tejadilho de formato coupé do que propriamente de um SUV no sentido mais tradicional do termo. Isto significa que o objetivo será ter uma proposta mais desportiva face aos rivais diretos Lamborghini Urus, Bentley Bentayga, Aston Martin DBX e Rolls-Royce Cullinan. O novo SUV/crossover de quatro portas de Maranello, virá acompanhado de uma suspensão pneumática. Espera-se também uma posição de condução mais elevada, mais espaço no interior e na bagageira do que é habitual nos modelos da marca italiana.

Mesmo do ponto de vista dinâmico, a Ferrari não faz a coisa por menos e diz que o Purosangue será o SUV mais rápido do mercado. O novo SUV de Maranello será construído juntamente com a nova geração da “shooting brake” GTC4. Espera-se que o Purosangue tenha portas traseiras de abertura “suicida” e que não tenha pilar B, de modo a facilitar o acesso aos lugares posteriores. O preço do novo modelo poderá começar nos 300 mil euros, nalguns mercados. O Purosangue deverá ajudar a duplicar as vendas da marca do Cavallino Rampante para cerca de 16 mil unidades/ano até meados da presente década.

A Ferrari estima que em 2022 cerca de 60% da sua gama seja formada por híbridos.

Deixe uma resposta

*