Carroçador recria histórica “carrinha” da Ferrari

Niels van Roij Design Breadvan Hommage View Gallery 30 photos

A Niels van Roij Design converteu um 550 Maranello numa “shooting brake” inspirada na 250 GT SWB Breadvan de 1962.

O espírito da Ferrari 250 GT SWB La Camionnette (ver última imagem), lançada em 1962, vai perdurar graças a uma recriação da autoria do carroçador holandês Niels van Roij Design. Este exemplar único da “shooting brake” é feito com base num 550 Maranello (o primeiro Ferrari com motor V12 de colocação dianteira desde o Daytona e que em 1996 marcou o regresso ao segmento dos GT). Rebatizado com o nome Breadvan Hommage, este “one-off”, que demorou dois anos e meio a fazer, remete para o modelo encomendado pela Scuderia Serenissima para correr em Le Mans há seis décadas. A carroçaria em alumínio foi moldada através de um processo artesanal e além da caraterística traseira quadrada estilo “kamm tail”, a nova “carrinha do pão” recorre a um conjunto de “narinas”/entradas de ar dupla na zona inferior do capot semelhantes às do modelo original. Além disso, tem uma abertura na parte superior do capot protegida por uma capa em plástico tal como o 250 GT SWB Breadvan, que contava com seis carburadores Weber. Face ao 550 Maranello, nota-se que esta Hommage recebeu faróis com uma assinatura específica, com luzes diurnas na grelha inferior a fazerem a ponte para a carrinha original. Novo é também o escape de quatro ponteiras, o vidro traseiro vertical e as saídas de ar posicionadas atrás dos vidros laterais (feitos em plástico, para poupar peso). Destaque ainda para as jantes de 20 polegadas, pneus Vredestein, amortecedores específicos ajustáveis manualmente da Koni. Aliás, tirando o para-brisas, nada mais foi mantido do carro que serviu de base para esta criação.

Por dentro, também existem inúmeras mudanças a assinalar, a começar pelos comandos de aspeto retro feitos em alumínio fresado e instrumentação específica. Nota ainda para os revestimentos em couro preto acolchoado combinado com Alcantara para os bancos feitos em fibra de carbono. As fitas nas portas são o principal elo de ligação com o modelo de corridas da década de 1960.

O motor V12 5.5 “quad-cam” naturalmente aspirado com 485 cv às 7000 rpm e 568 Nm do 550 Maranello não sofreu qualquer modificação. Esta Breadvan Hommage pesa 1716 kg. Além desta carrinha Ferrari, a Niels van Roij assinou um Tesla Model S carrinha, um Rolls-Royce Ghost carrinha e o Adventum Coupé, entre outros.

Deixe uma resposta

*