Raro BMW 3.0 CSL de 1973 vai a leilão

BMW 3.0 CSL Jay Kay View Gallery 12 photos

Desportivo pertence à coleção do músico britânico Jay Kay, dos Jamiroquai.

Vai ser leiloado um dos 1265 exemplares produzidos do BMW 3.0 CSL (Coupé Sport Lightweight). Trata-se de uma unidade produzida em 1973 do modelo especial de homologação que foi construído para a marca bávara correr no ETCC. Mais concretamente, é o 400.º dos 500 exemplares de volante à direita, com o número de chassis 2285400.

O 3.0 CSL partilha muitos componentes com o CS e com o CSi, embora tenha beneficiado de várias medidas para reduzir o seu peso, em virtude da utilização de uma liga de aço mais fina para algumas secções da monocoque, mas também de algumas peças em alumínio, nomeadamente o para-choques dianteiro, portas, capot e tampa da mala. A juntar a isso, todo o material de insonorização foi removido e os vidros laterais foram substituídos por acrílico. Tudo isto contribuiu para uma dieta a rondar os 136 kg comparativamente com os restantes 3.0. Estamos perante um carro munido de um motor de seis cilindros 3.2 naturalmente aspirado com 203 cv às 5600 rpm e 286 Nm às 4200 rpm, associado a uma caixa manual de cinco velocidades.

Este exemplar do 3.0 CSL tem a particularidade de nos últimos 13 anos ter pertencido à coleção do britânico Jay Kay, o vocalista da banda Jamiroquai, um conhecido aficionado por carros desportivos que é o sexto dono do carro. Em vez do amarelo de fábrica, o “bimmer” foi repintado na cor BMW Diamond Schwartz na década de 1980 por um Sr. Cardelli de Cardiff que foi o autor de um processo de restauro. As modificações incluíram uma revisão do motor, que passou a incluir pistões de alta compressão da Mahle, uma cambota e uma correia de distribuição nova da Shrick, amortecedores e molas da Bilstein e jantes da Alpina. Já em 2010, nas mãos de Jay Kay o carro foi intervencionado na Munich Legends, numa operação que custou 42 mil euros. Nesta ocasião, o carro foi pintado na cor BMW Polaris Silver, além de ter sido alvo de uma profunda revisão mecânica, que incluiu a substituição da bomba de combustível, relé, filtros e a troca do líquido dos travões.

Este CSL 3.0 regista pouco mais de 21 mil km no odómetro e estima-se possa ser arrematado no leilão que será organizado amanhã (dia 27 de março) pela Silverstone Auctions por um valor entre 116 mil e 150 mil euros.

Deixe uma resposta

*