Este BMW M1 custa mais do que dois Ferrari 812

BMW M1 View Gallery 19 photos

Exemplar de 1981 do desportivo desenhado por Giorgetto Giugiaro tem apenas 2700 km no odómetro.

Com 453 unidades construídas (entre as quais 54 de competição) entre 1978 e 1981, o M1 é um dos BMW mais valiosos de sempre. E há um exemplar quase novo à venda no portal Mechatronik. Trata-se do último M1, datado de 1981, com apenas 2700 km no odómetro a custar 798.900 euros, o equivalente a dois Ferrari 812 Superfast. Este M1 foi comprado em Brescia (Itália), tendo passado posteriormente para as mãos de um colecionador de Frankfurt (na Alemanha) que o manteve num estado excecional. Aliás, o carro foi recentemente alvo de uma revisão profunda.

Com 4,36 metros de comprimento, o M1 foi o primeiro modelo assinado pela BMW Motorsport – derivando do carro homónimo de competição com o mesmo nome que correu primeiro no Grupo 5 e mais tarde no Grupo 4 no Campeonato Alemão de GT. O modelo de estilo futurista começou por evoluir do protótipo BMW Turbo de 1972, tendo sido desenhado inicialmente por Paul Bracq, o autor do TGV, antes de passar para Giorgetto Giugiargo (ao serviço da Italdesign – que ficou responsável pela produção). Com carroçaria em fibra de vidro, tinha apenas 1300 kg. O motor (conhecido pelo nome de código M88) 3.5 de seis cilindros em linha debitava 277 cv e 330 Nm, permitindo uma velocidade máxima de 265 km/h e 0-100 km/h em 5,6 segundos.

Deixe uma resposta

*