Hyundai Kauai N confirmado com motor 2.0 de 280 cv

Hyundai Kauai N View Gallery 3 photos

“Hot SUV” estará disponível com caixa de dupla embraiagem de oito velocidades N DCT.

A poucos dias da sua estreia, a Hyundai confirmou que o novo Kauai N contará com o mesmo conjunto motor/caixa da mais recente evolução do i30 N Performance. Isto significa que para o seu primeiro SUV de alta performance, a marca sul-coreana irá recorrer a um bloco 2.0 T-GDi de quatro cilindros turbo a gasolina com 280 cv a funcionar em conjunto com uma caixa de dupla embraiagem de oito velocidades N DCT (específica para os modelos desportivos N), desenvolvida pela Hyundai, cujas passagens podem ser feitas também modo manual através das patilhas no volante ou através do punho da caixa.

Esta N DCT vem equipada com as funções exclusivas N Power Shift, N Grin Shift e N Track Sense Shift. O N Power Shift (NPS) é ativado quando o veículo acelera com mais de 90 por cento do acelerador, mitigando assim qualquer redução no binário durante as mudanças de velocidade altas de forma a garantir potência máxima para as rodas. Deste modo, aumenta o prazer de condução, dando uma sensação de “empurrão” na passagem para mudanças altas. O som que acompanha a mudança de velocidade, que vem do corte parcial do cilindro da saída de escape, destaca o caráter desportivo do veículo. O N Grin Shift (NGS) potencia o desempenho do motor e da transmissão DCT durante 20 segundos. De forma a garantir uma aceleração máxima, o veículo irá mudar diretamente para a velocidade mais adequada. Para ativar esta função, o condutor pressiona um botão no volante iniciando uma contagem decrescente no cluster, que mostra os segundos restantes para que fique ativada. Após o boost provocado por esta função, os condutores devem esperar pelo menos 40 segundos para a utilizar novamente. Esta função permite que o condutor tire partido de todo o potencial do veículo apenas pressionando um botão, por exemplo, quando procura melhorar o seu tempo em pista. Também pode ser útil na ultrapassagem ou na entrada de uma autoestrada. Por fim, o N Track Sense Shift (NTS) otimiza a transmissão para uma condução em pista, permitindo que o condutor se concentre no volante. Reconhece as condições ideais para uma condução dinâmica e é ativado automaticamente. O veículo seleciona a mudança e o tempo correto de mudança de velocidade, em condições de condução desportiva para fornecer a melhor performance, tal como um piloto profissional de corrida.

Além destas funções N, há ainda o N Grin Control System, que integra cinco modos de condução diferenciados: Normal, Eco, Sport, N e Custom.

Deixe uma resposta

*