BMW prepara i5 M com 750 cv

Render do BMW i5

Prevista para 2023, a “super berlina” promete 0-100 km/h abaixo dos 3 segundos.

Além de um novo Série 5 (G60), a BMW está a ultimar para o mesmo ano, 2023, uma berlina 100% elétrica. Chama-se i5 e será feita com base numa versão modificada da plataforma CLAR, tal como o Série 5 convencional. Aliás, o fabricante bávaro irá promover um exercício similar com o X1 (2022)/iX1 (2023), com o X3/iX3 (2022), com o Série 3/Série 3 elétrico (2022), Série 4/i4 (2022) e Série 7/i7 (2022).

Visualmente, o i5 parece mais comprido que o Série 5 (pouco mais de 5 metros), uma vez que apresenta um “nariz” mais plano que aponta para a estrada e a terceira janela lateral está numa posição mais recuada. Por motivos aerodinâmicos, os puxadores das portas são escamoteáveis. A grelha fechada como no i4, embora assuma dimensões normais, é onde se encontram escondidas a câmara, os ultrassons e sensores de radar para os sistemas de assistência à condução. Os faróis ficam posicionados nas extremidades e parecem ser planos, já os farolins em LED surgem separados entre si. Em vez de ponteiras de escape, o i5 surge com um difusor de cor contrastante. No interior, este BMW elétrico contará com o novo sistema operativo i-Drive 8 que possui três configurações (Luxury Drive, Focused Drive e Reduced Gallery) e comandos por voz.

A “cereja no topo do bolo” do novo i5 será uma versão M, mais potente, mais rápida e mais cara. Apesar de ainda não estar confirmada a configuração para esta berlina elétrica de altas prestações, que foi “apanhada” em testes de estrada na Alemanha nos últimos dias, embora ainda camuflada, é possível que estejamos a falar de um i5 M equipado com três motores elétricos (dois no eixo traseiro e outro no eixo dianteiro) – tal como está previsto para o futuro i7 – a debitar um máximo de 750 cv. Este aparato é suficiente para que seja possível cumprir acelerações de 0 a 100 km/h menos de 3 segundos. Posteriormente, está prevista uma segunda versão ainda mais potente com mais de 1000 cv. Este i5 M deverá recorrer à mesma bateria de 120 kWh do i7, o que lhe permitirá fazer cerca de 770 km (WLTP). Recorde-se que está previsto que na próxima geração o M5 será um híbrido de motor V8.

Deixe uma resposta

*