Valkyrie Spider é o Aston Martin “aberto” mais lesto de sempre

Aston Martin Valkyrie Spider

Versão “drop top” do hipercarro de motor V12 é “o mais parecido com a experiência de conduzir um F1, com a vantagem de não ser limitado a circuito”.

A Aston Martin revelou no Concurso de Elegância de Pebble Beach, nos EUA, o novo Valkyrie Spider. Trata-se de uma variante “aberta” do hipercarro, limitada a 85 exemplares cujas primeiras entregas arrancarão na segunda metade do próximo ano. O Spider perde as portas de abertura “gullwing” em detrimento de umas de abertura diedral, especialmente desenvolvidas para este modelo. O painel superior amovível (composto por duas peças em policarbonato, com duas pequenas janelas) permite manter uma performance aerodinâmica semelhante à do modelo fechado, apesar do ligeiro aumento de peso.

O motor mantem-se o V12 6.5 de origem Cosworth, capaz de atingir mais de 11.000 rpm. Este motor atmosférico opera em conjunto com um motor elétrico de origem Rimac. O débito de potência é igual ao do coupé: 1155 cv. O Spider anuncia uma velocidade máxima de 330 km/h em modo “aberto” e 350 km/h em modo fechado. Os dados referentes às acelerações ainda não foram fornecidos pela marca, embora a Aston Martin avance que esta versão “open top” do seu desportivo de topo seja capaz de prestações similares às de um protótipo LMP1 e que é capaz de bater recordes “normalmente não acessíveis a modelos de estrada”. Em modo Track, o Valkyrie Spider é capaz de gerar 1400 kg de “downforce” a 240 km/h.

Aquele que é o Aston Martin “aberto” mais rápido de sempre é o “mais parecido com a experiência de conduzir um F1, com a vantagem de não ser limitado a circuito”.

Deixe uma resposta

*