Techart torna 911 Turbo S Cabrio ainda mais exclusivo

TechArt GTstreet R Cabrio

Preparação do GTstreet R Cabriolet mantem os 800 cv do coupé.

Em junho, a Techart apresentou um “kit” que eleva o Porsche 911 Turbo/Turbo S 992 no formato coupé até 800 cv. Agora é a vez de os alemães fazerem a mesma operação com a versão descapotável, que foi rebatizada com o nome GTstreet R Cabriolet.

Esta versão “aberta” tem a particularidade de manter não só a miríade de apontamentos em fibra de carbono e os 800 cv do coupé, como também acrescenta um tejadilho em lona retrátil de acionamento elétrico. Visualmente, este cabrio preparado mais parece um GT2 e mais do que um design agressivo adiciona apontamentos aerodinâmicos que proporcionam um benefício real. Nesse capítulo destaque para as entradas de ar maiores, que providenciam maior fluxo de ar para os intercoolers, além do capot e aletas dianteiras feitas em fibra de carbono. Os arcos das rodas são também mais leves. A lista de “upgrades” é engrossada com um sistema de escape em aço inoxidável com duas ponteiras e com “borboletas”. A Techart rebaixou ainda a suspensão em 25 mm, graças à inclusão de novas molas. Em opção, existe uma suspensão totalmente ajustável. Realce ainda para as jantes de 20 e 21 polegadas com porca central, com ou sem discos de travão em fibra de carbono, com opção de acabamento de um ou dois tons. Por dentro, há vários apontamentos em Alcantara, couro, tecidos “vintage” e fibra de carbono.

Graças a um “kit” de potência TA092/T1.1 base, o GTstreet R Cabrio pode chegar aos 710 cv e 900 Nm (mais 60 cv e 100 Nm que o modelo de fábrica). Contudo, com o kit T2.1, os valores do motor 3.7 de seis cilindros boxer turbo sobem para 800 cv e 950 Nm (mais 150 cv e 150 Nm que o Turbo S de série), possibilitando uma velocidade máxima de 350 km/h (mais 20 km/h do que o de série). Para aceder a este conjunto de modificações será necessário desembolsar 63 mil euros, antes de impostos. Tal como sucede com o cabrio, a Techart limita a transformação do cabrio a 87 exemplares.

Deixe uma resposta

*