Porsche 904 GTS de Robert Redford vai a leilão

Porsche 904 GTS

Raro modelo de competição de 1964 está avaliado entre 1,3 e 1,5 milhões de euros.

Vai ser leiloado hoje em Paris (França) um Porsche 904 GTS que pertenceu ao ator Robert Redford e ao piloto Steve Earle. O carro de competição foi avaliado pela Bonhams entre 1,3 e 1,5 milhões de euros e possui a carroçaria, chassis, suspensão de origem, além da documentação com o seu historial.

Este clássico de corridas vem equipado com um motor 2.0 de seis cilindros boxer capaz de debitar 175 cv, surgindo acoplado a uma caixa de cinco velocidades transaxle. O 904 GTS Coupé foi um carro de corridas emblemático no seu tempo tendo alcançado nesse ano os dois primeiros lugares no Targa Florio desse ano, como também alcançou o segundo lugar no Rali de Monte Carlo de 1965. Conhecido também por Porsche Carrera GTS, este modelo foi desenhado por Butzi Porsche, filho de Ferry e neto de Ferdinand Porsche. O diretor técnico da Porsche, Hans Tomala, escolheu um chassis composto por duas secções em aço, com uma cobertura em fibra de vidro colada por cima. O motor e a suspensão foram aparafusados diretamente na estrutura em aço, contribuindo assim para uma redução do ruído e vibrações provenientes da transmissão para o interior do carro.

De acordo com a ficha de fábrica, este 904 GTS com motor Carrera Type 587/3 traz pneus Dunlop e foi produzido em janeiro de 1964 em Zuffenhausen, com a pintura em Silbermetall e interior em tecido azul. O chassis 904 012 foi o segundo a ser entregue a cliente externo para competir. O carro encomendado novo pelo piloto californiano Steve Earle que se estreou logo em fevereiro desse ano no circuito de Riverside, uma das muitas corridas que vinha a realizar em solo americano. Na época seguinte o carro foi pintado em azul escuro com nariz prateado e encaixou travões ao estilo de Le Mans. Nesses dois anos o carro foi utilizado pelo produtor televisivo Kurt Neumann e por Steve Berg. Em 1966 o carro foi comprado por Robert Redford, que o manteve por pelo menos dez anos. Depois disso este 905 GTS ficou abandonado à sua própria sorte até aos anos 1990. Só quando foi trazido para a Europa, pela Apal Company, de Blégny Trembleur (Bélgica), é que o carro foi recuperado mecanicamente (tendo encaixado um motor idêntico ao original, retirado de um 911) e pintado na cor Irish Green. O carro agora pertence a um dinamarquês.

Deixe uma resposta

*