AMG GT Black Series é o safety car mais rápido de sempre

Mercedes-AMG GT Black Series 2022 F1 Safety Car

Na próxima temporada da F1 estará ainda o medical car AMG GT 63 S 4Matic+ 4portas.

A Mercedes-AMG anunciou que o GT Black Series é o novo safety car da Fórmula 1 para a temporada de 2022. Este modelo substitui o AMG GT R do ano passado. O novo medical car será o AMG GT 63 S 4Matic+ 4portas. Esta dupla da marca Affalterbach partilhará as suas funções na competição, que arrancará a 20 de março no Bahrain, com os Aston Martin Vantage safety car e DBX medical car. O piloto será Bernd Mayländer, que tem assumido os comandos dos safety car da F1 desde 2000.

A dupla da AMG envergará uma pintura vermelha com apontamentos em preto e banco. Em vez da tradicional barra luminosa no tejadilho, por motivos aerodinâmicos, o AMG GT Black Series safety car terá LED extras integrados na zona superior do para-brisas, no spoiler traseiro e na placa de matrícula traseira. Quando a luz estiver laranja, os pilotos não poderão ultrapassar o safety car, podendo apenas faze-lo quando a luz estiver verde. Adicionalmente, na asa traseira foram encaixadas câmaras de alta resolução que enviam imagens em tempo real para o co-piloto Richard Darker e para a transmissão televisiva. Outro aspeto diferente é o módulo de luzes laranja SC incluídas nos painéis traseiros que acendem quando o safety car está em serviço.

Por dentro, realce para o Track Package, que inclui um arco segurança feito de uma estrutura tubular em titânio aparafusada e bacquets. Este carro de segurança diferencia-se do modelo de estrada nos cintos de segurança de seis apoios, pelo porta-garrafas nas bolsas laterais dos bancos e pelos dois tablets (um na consola central e outro no tablier do lado do co-piloto). Há ainda um hotspot InCar com WLAN, um sistema de GPS de alta resolução, dois botões vermelhos para os comandos de rádio, dois comandos rotativos para ajustar o volume, luzes de aviso especiais e um sistema de rádio secundário para situações de emergência.

Apesar de o sistema propulsor não ter sido mexido, este Mercedes-AMG GT Black Series é o safety car mais extremo de sempre da F1 (e quem sabe de qualquer outra competição). Conta com os préstimos de um motor V8 4.0 biturbo que envia 730 cv e 800 Nm para as rodas traseiras através de uma caixa de dupla embraiagem de sete velocidades. Anuncia 0-100 km/h em 3,2 segundos e uma velocidade máxima de 325 km/h. Este safety car conta com uma suspensão com uma afinação especial da AMG.

Por sua vez, o Mercedes-AMG GT 63 S 4Matic+ 4portas medical car vem substituir a carrinha C 63 S AMG do ano passado, tornando-se também no mais potente e mais rápido de sempre a “desempenhar estas funções” na F1. Conta com o mesmo motor do modelo de série: um V8 4.0 biturbo com 639 cv distribuídos pelas quatro rodas através de uma caixa automática AMG Speedshift MCT 9G. Faz 0-100 km/h em 3,2 segundos e tem uma velocidade máxima de 315 km/h. O carro de emergência pode transportar até três médicos. No interior existem três tablets, um InCar hotspot WLAN, cintos de segurança de seis e quatro apoios, bancos soldados no piso do carro, luvas especiais para os paramédicos, um desfibrilhador, equipamento de auxílio respiratório, um objeto de corte de emergência e dois extintores. Vem ainda com uma barra luminosa especial no tejadilho, placas de matrícula iluminadas e uma entrada de ar em fibra de carbono.

Deixe uma resposta

*