Mercedes-AMG GT Black Series bate recorde de Nürburgring

Mercedes-AMG GT Black Series View Gallery 10 photos

Nunca um modelo de produção foi tão rápido no “Inferno Verde”: 6:48.047 minutos.

Há quem diga que os recordes em pista são a dose extra de sal (ou pimenta) no universo dos carros desportivos. É por isso que muitos fabricantes continuam a investir neste tipo de iniciativas, sendo que o exigente circuito de Nürburgring continua a assumir-se verdadeiramente como a “Meca” dos recordes. Ultimamente, a Mercedes-Benz tem sido das marcas mais empenhadas na “caça” de recordes ao circuito alemão. Isto porque poucos dias depois de o Mercedes-AMG GT 4 Portas recuperar o título de modelo executivo de produção em série a dar a volta mais rápida no “Inferno Verde”, agora foi a vez do Mercedes-AMG GT Black Series conquistar o título de “rei” dos carros de produção mais lestos na pista alemã. A versão de topo do AMG GT foi capaz de assinar uma volta aos 20,832 km da pista em 6 minutos e 48,047 segundos, ou seja, foi 1,36 segundos mais rápido face ao antigo recordista, o Lamborghini Aventador SVJ (6:44,97 minutos) equipado com motor V12.

Neste recorde devidamente homologado e documentado em vídeo foi utilizada uma versão sem modificações do Black Series. O “set-up” utilizado consistiu no lábio dianteiro ajustável na posição Race, as lâminas do spoiler na posição intermédia e a suspensão de tipo “coil-over” rebaixada em 5 mm à frente e 3 mm atrás. O camber negativo também foi ajustado em 3,8 graus na dianteira de 3 graus na traseira, e as barras anti-aproximação estavam na sua definição mais rígida. Já o controlo de tração deste desportivo extremo de dois lugares foi colocado na posição seis e sete (das nove à disposição), dependendo da zona da pista. O modelo recordista envergou o pack Track, que inclui uma proteção anti-capotamento e pneus Michelin Pilot Sport Cup 2 R MO. Como é habitual neste tipo de eventos, o supercarro de Estugarda teve de contar com um arco de segurança e com cintos de segurança com quatro apoios – ambos opcionais no modelo de fábrica.

Os comandos do AMG GT Black Series esteve o piloto Maro Engel, que considerou o supercarro de estrada “significativamente mais rápido” face ao GT3 de competição que habitualmente conduz. O AMG GT Black Series vem equipado com um motor V8 4.0 biturbo com 730 cv de colocação dianteira debitados no eixo traseiro.

Por falar em números, o AMG GT Black Series é o único modelo de produção equipado com um motor de colocação dianteira a registar um tempo abaixo dos 7 minutos – o recordista era o Dodge Viper ACR com 7:01 minutos. Ou seja, o supercarro alemão “pulverizou” este tempo em quase 20 segundos. Recorde-se que a “coroa” do modelo de produção mais rápido em Nürburgring chegou a pertencer ao Porsche 911 GT2 RS MR com o tempo de 6:44,749 minutos. Contudo, o facto de ter sido preparado pela Manthey Racing obrigou aos responsáveis da pista a encaixarem esta marca numa nova categoria de “modelos modificados”. O “rei” absoluto da pista continua a ser o Porsche 919 Hybrid Evo com o tempo de 5:19,546 segundos.

Deixe uma resposta

*