GM confirma que está a desenvolver Corvette elétrico

Teaser do novo Chevrolet Corvette elétrico

Contudo, já em 2023 será lançada a variante híbrida do desportivo norte-americano.

A General Motors está a desenvolver um inédito Corvette elétrico, contudo, já no início de 2023 está prevista uma igualmente estreante variante híbrida. Esta informação foi confirmada pelo presidente do gigante norte-americano, Mark Reuss, num post no LinkedIn.

Reuss anunciou ainda que estes dos modelos “eletrificados” serão feitos com base na plataforma específica Ultium, que virá equipada com um sistema de recuperação de energia que aproveita o calor emitido pela bateria utilizando-o para aquecer o habitáculo, criar condições de carregamento mais eficientes e aumentar a capacidade de aceleração. Segundo o homem-forte da GM, este sistema ajuda a aumentar a autonomia em cerca de 10%.

No vídeo teaser entretanto revelado, é visível um modelo Corvette “eletrificado”, ainda camuflado, de tração integral e com som típico de um V8. A GM deverá optar por uma configuração de dois motores elétricos (alimentados por uma bateria de pequenas dimensões) para acionar as rodas dianteiras e o V8 a enviar potência para o eixo posterior. O Corvette elétrico poderá chamar-se E-Ray.

Recorde-se que a atual geração do Corvette, a oitava, conta com uma configuração de motor central, que facilita a incorporação de motores elétricos numa versão híbrida. O C8 está disponível no formato coupé e cabrio, com motor V8 6.2 de 497 cv na versão Stingray e na versão Z06 com bloco V8 5.5 atmosférico com 670 cv.

Joe Biden, quando ainda era candidato a presidente dos EUA, chegou a falar de Corvette elétrico capaz de atingir 200 km/h. Nessa altura, a GM começou a transitar engenheiros envolvidos no Corvette em projetos elétricos, incluindo o já conhecido Hummer EV e num possível Corvette SUV.

Deixe uma resposta

*