Delta Integrale volta à produção

O mítico modelo desportivo da Lancia terá uma edição limitada pela mão da Automobili Amos.

O Lancia Delta Integrale foi um sucesso entre o final dos anos 1980 e o início dos 1990 em particular devido ao seu sucesso no grupo B do mundial de ralis. Apesar de não ter conseguido ter o carro a tempo na edição deste ano do concurso de elegância de Villa D’Este, Eugenio Amos, o dono da Automobili Amos publicando na sua conta do Instagram um protótipo do Lancia Delta HF Integrale Evoluzione que regressará à produção nos próximos meses. No processo serão utilizados o chassis e a carroçaria do modelo original, contudo, é de esperar “mais de 1000 componentes” novos ou modificados, incluindo a frente em fibra de carbono e elementos da carroçaria em alumínio moldado à mão. A cor exterior eleita para esta edição limitada será um verde-escuro metalizado, com jantes em cinza-escuro. Arthur Kar, do concessionário de modelos de luxo e de coleção L’art de l’automobile, confirma que o modelo em questão, que não terá portas traseiras, contará com painéis em fibra de carbono, um novo interior e um motor 2.0 turbo com 335 cv (em vez dos 215 do Evoluzione original).

Recorde-se que há alguns meses Amos adiantou à Classic Driver que este Delta Integrale teria uma suspensão modificada, com uma geometria a favorecer a sobreviragem à distância de um simples toque no pedal do acelerador. O interior será inspirado no Delta S4 Stradale. “Um Lancia Delta Integral ao estilo das versões Singer” é como Amos descreve a sua recriação. Os preços e os pormenores da produção ainda não foram revelados.

Deixe uma resposta

*