BMW M145i será plug-in com injeção a água

Previsto para 2020, a versão híbrida será lançada na nova geração do Série 1, que será feita com base numa plataforma de tração dianteira.

Há já algum tempo que se vem especulando que o próximo BMW Série 1 passará a ser feito com base numa plataforma de tração dianteira. Outro motivo de conversa tem sido a possibilidade de a marca bávara estar a desenvolver modelos mais “picantes” de tração dianteira. Juntando essas duas possibilidades, a Auto Bild avança que na calha está um M145i híbrido plug-in. Previsto para 2020, o novo modelo contará com um 2.0 a gasolina de quatro cilindros com mais de 300 cv, a que se junta um motor elétrico com 60 kW de capacidade (82 cv), para um débito total que ficará abaixo da barreira dos 400 cv. Esta novidade terá ainda a particularidade de integrar um sistema de injeção a água, similar ao do M4 GTS, o que lhe permitirá ter mais 20 cv. O novo M145i contará com um conjunto de baterias com 35 kWh de capacidade.

A plataforma do novo Série 1 será uma versão atualizada da UKL (atualmente utilizada nos Mini e nos BMW Série 2 Active Tourer e X1), que estreou em 2016 precisamente no Série 1 Sedan que vende exclusivamente na China, que recebeu a designação FAAR (Frontantriebsarchitektur). Esta base servirá ainda para as versões atualiadas do Série 2 Active Tourer, X1 e X2. Fica por confirmar se os próximos Mini utilizará esta versão da plataforma. Uma das vantagens da atualização é o espaço suplementar precisamente para as baterias das versões “eletrificadas”.

Deixe uma resposta

*