Bugatti Chiron será “último da espécie”

Bugatti Chiron

Dotado de um W16 4.0 com quatro turbos, o Chiron (na imagem) é o modelo de produção com o motor mais potente da atualidade. Mas o patrão da marca, Stefan Winkelmann, já confirmou que o sucessor do hiperdesportivo não terá uma cilindrada comparável. “Mais cedo ou mais tarde, as leis obrigarão toda a gente a tomar decisões radicais. Não haverá um novo dezasseis cilindros. Este será o último da sua espécie,” sublinhou o gestor à Autocar.

Deixe uma resposta

*