Skoda Scala RS híbrido previsto para 2020

Skoda Scala RS evoluirá deste Vision RS concept

A variante desportiva deverá adotar um sistema baseado num 1.5 TSI a gasolina com um total de 245 cv.

A Skoda começou por apresentar o novo modelo Scala precisamente com o protótipo Vision RS (na imagem) no passado mês de outubro, em Paris – o que fazia antever que existiria mais cedo ou mais tarde uma versão desportiva. Tal como sucedeu com o concept car, o modelo de produção, previsto para 2020, terá uma configuração híbrida Plug-in. A boa aceitação do Octavia RS leva os responsáveis da Skoda a pensar noutros voos. Segundo a Auto Express, esta versão “apimentada” e “eletrificada” do novo compacto Scala (substituto do Rapid) contará um sistema com base no motor a gasolina de quatro cilindros turbo 1.5 TSI e um motor elétrico para um total de 245 cv, funcionando em conjunto com uma caixa de dupla embraiagem DSG e com a promessa de autonomia em modo elétrico até 50 km. A filosofia será similar à do atual Golf GTE, baseado num 1.4 TSI e que reúne 204 cv, mas num sistema mais evoluído. O grupo VW estará envolvido a todo o vapor no desenvolvimento deste novo sistema, uma vez que pretende adotá-lo em várias marcas, como por exemplo o Cupra Formentor, recentemente apresentado.

Do ponto de vista das restrições ambientais, nomeadamente das emissões de CO2, há, no entanto, alguns pontos de interrogação, como aponta Alain Favey, responsável de vendas e de marketing da marca checa, que ressalva que faz todo o sentido uma versão mais “picante” mesmo num carro que não é um desportivo na sua génese. As vozes a favor desta variante são muitas entre os responsáveis da Skoda, que veem nesta versão Scala RS também muito potencial do ponto de vista da engenharia, sublinhou Christian Strube, o homem à frente do desenvolvimento técnico dos modelos da marca checa.

Deixe uma resposta

*