SUV Bugatti poderá ser elétrico feito com a Rimac

Próxima aposta da Bugatti será um SUV

Sistema propulsor do novo modelo rondará os 2000 cv.

A Bugatti parece que continua a estudar qual a forma de trazer um SUV ao seu line-up. Apesar de se ter veiculado inicialmente que o novo modelo poderia contar com a mesma base e motor V8 4.0 biturbo do Lamborghini Urus, a verdade é que para os lados de Molsheim a ideia poderá ser outra. No desenvolvimento mais recente deste tema, de acordo com a Automobile Magazine, a marca francesa quer beneficiar da recente entrada da “irmã” Porsche no capital do fabricante de supercarros elétricos croatas Rimac para introduzir um sistema elétrico no seu novo SUV. O referido sistema com 1850 cv está atualmente em utilização no carro da Rimac, o C_Two, mas também no Pininfarina Battista. O objetivo da Bugatti é que lançar o novo SUV com perto de 2000 cv ainda durante o ciclo de produção do Chiron. Apesar de mais potente que o Chiron, o SUV deverá ser mais barato.

Além disso, o novo SUV da Bugatti deverá ser desenvolvido juntamente com a empresa de engenharia alemã Edag e poderá vir a ser construído em Graz, na Áustria, pela mão da Magna Steyr, para um volume de produção na ordem dos 600 carros por ano.

Caso a Bugatti não consiga chegar a acordo com a Rimac para a utilização do sistema elétrico, o SUV (na imagem um “render” criado pelo designer Sajdin Osmancevic) poderá ser feito com base numa nova plataforma que está a ser desenvolvida no seio do grupo VW para o sucessor do Porsche 918 Spyder e de modelos da Lamborghini.

Deixe uma resposta

*