Alemães juntam 53 milhões de euros para carro solar

Sono Sion View Gallery 6 photos

Já com 13 mil pré-encomendas, o Sono Sion será produzido na antiga fábrica da Saab.

A start-up Sono Motors conseguiu angariar 53 milhões de euros através do processo de “crowdfunding” para ajudar a avançar com a produção do Sion, um carro elétrico que funciona com energia solar. Os alemães recorrerão à NEVS e às suas instalações localizadas em Trollhättan (na Suécia), outrora património da Saab, para começar a produzir o Sion no final deste ano. O novo carro já tem 13 mil pré-encomendas, sendo que a Sono estima que produzirá cerca de 260 mil carros nos próximos oito anos. Os preços começam nos 25.500 euros. As primeiras entregas estão previstas para o início de 2022.

A Sono foi fundada em 2016 por Jona Christians e Laurin Hahn, que começaram por desenvolver os primeiros protótipos do Sion em 2017. Contudo, o facto de alguns dos investidores iniciais terem deixado de apoiar o projeto levaram ao adiamento da produção do modelo. Entre dezembro e janeiro, as coisas inverteram-se com a campanha de “crowdfunding”, conseguindo reunir cerca de 1 milhão de euros por dia. Cerca de 75% do dinheiro tem origem nas pré-encomendas do Sion. O resto vem de investidores, empréstimos e donativos.

O Sion tem a particularidade de gerar energia através de uma camada da carroçaria com painéis fotovoltaicos formados por células de silício monocristalino, alegadamente capazes de providenciar até 30 km de autonomia por dia. O carro conta com um motor elétrico de 163 cv alimentado por um pack de baterias de iões de lítio com 35 kWh de capacidade. Anuncia uma capacidade para acelerar de 0 a 100 km/h em menos de seis segundos e uma velocidade máxima de 140 km/h. A autonomia total é de 255 km WLTP. Este Sion pode ser carregado em três tipos de carregadores: o europeu SchuKo, pontos convencionais de tipo 2 e pontos de carga rápidos CCS.

Por dentro, o Sion tem um filtro de ar natural, um sistema de infotainment com ecrã de 10 polegadas e uma camada de musgo no tablier, supostamente com a finalidade de regular os índices de humidade.

Deixe uma resposta

*