Alpina D3 S é o mais próximo de um M3 Diesel

Alpina D3 S View Gallery 17 photos

Disponível no formato berlina e carrinha, preparação do BMW Série 3 traz tecnologia híbrida e 355 cv.

Depois de em outubro ter apresentado o novo B3 com 462 cv, feito com base na mais recente geração do BMW Série 3 (G20), o preparador Alpina revelou um Diesel mais “espigado”. O D3 S está disponível no formato berlina e carrinha e acolhe debaixo do capot o mesmo motor 3.0 de seis cilindros biturbo (B57) apoiado por um sistema “mild hybrid” de 48V da atual versão Diesel de referência do Série 3, o M340d xDrive. Contudo, como é habitual neste tipo de tratamento, esta espécie de M3 Diesel foi contemplado um aumento de 15 cv e 30 Nm – para um novo máximo de 355 cv e 760 Nm. Isto significa que tem mais 5 cv e 30 Nm comparativamente com o antigo D3. A Alpine modificou alguns componentes do motor, nomeadamente o intercooler, o sistema de refrigeração, novo radiador a óleo e uma bomba de água eletromecânica. Com estas caraterísticas, o D3 S, aquele que é o primeiro Alpine a incluir tecnologia híbrida, consegue acelerar de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos no caso da berlina e em 4,8 na carrinha – o mesmo que a BMW anuncia oficialmente para o M340d. A velocidade máxima é de 273 km/h no Sedan e 270 km/h na Touring – em vez dos 250 km/h dos modelos de produção em série. Os consumos WLTP anunciados começam nos 7,6 l/100 km e emissões de CO2 de 199 g/km.

A Alpina diz que atualizou a programação da caixa automática de oito velocidade de origem ZF, com conversor de binário e patilhas no volante, para conseguir lidar com o incremento de potência, ao mesmo tempo que proporciona passagens mais rápidas. A dupla D3 S beneficia igualmente de série de um diferencial autoblocante eletrónico e adota as mesmas configurações de chassis e suspensão adaptativa com molas Eibach dos gasolina B3. As rodas dianteiras contam camber negativo adicional, visando um aumento da estabilidade e maior “feeling” da direção. O sistema de travagem do D3 S é herdado do maior B5 Bi-Turbo, com pinças em azul de quatro êmbolos e discos de 395 mm no eixo dianteiro, a que se juntam discos de 345 mm atrás. Em opção estão disponíveis também discos perfurados.

As novas preparações Diesel o incluem de série jantes de 19 polegadas (com opção de jantes forjadas de 20” com 20 raios e 14 kg mais leves – com medidas 255/30 ZR20 na dianteira e 265/30 R20 atrás). Esteticamente, destaque para o novo para-choques dianteiro com entradas de ar sobredimensionadas, grelha em preto ou cromada, quatro ponteiras de escape e logótipo no lábio dianteiro. Entre as cores exteriores não foram esquecidas as já habituais Azul Alpina e Verde Alpina. No interior, destaque para os bancos desportivos revestidos em couro com logótipo embutido nos encostos de cabeça, painel de instrumentos digital com as cores do preparador: com ponteiros em vermelho sobre fundo azul.

As primeiras entregas do D3 S arrancam em novembro. Os preços no mercado alemão abrem nos 70.500 euros na berlina e nos 71.900 euros na carrinha.

Deixe uma resposta

*