Foi produzido o último motor de 6.75 litros da Bentley

Motor 6.75 litros da Bentley View Gallery 5 photos

A sua configuração manteve-se inalterada desde que foi lançada a primeira versão em 1959.

A Bentley anunciou esta semana que produziu o último exemplar do seu icónico motor V8 de 6.75 litros. Esta motorização, lançada originalmente noutra especificação em 1959 no Bentley S2, foi desenvolvida no começo dos anos cinquenta por Jack Philips e manteve a sua configuração estrutural até aos dias de hoje. Nestes 61 anos, foram fabricados manualmente cerca de 36 mil exemplares que equiparam vários modelos do construtor britânico.

A última “encarnação” do motor equipou o Mulsanne 6.75 Edition by Mulliner, uma edição especial limitada a 30 unidades criada para celebrar o feito. No que se refere à sua especificação, o V8 debita 530 cv de potência e 1100 Nm de binário, uma enorme evolução face aos 180 cv de potência do motor original. Para construir esta autêntica obra de arte foram necessários sete funcionários com um total de 105 anos de experiência e 15 horas de trabalho.

O final da produção deste motor marca também o final da produção do Mulsanne, que será substituído como o principal modelo da gama pelo Flying Spur. Ainda assim, a aposta da Bentley em motores V8 permanecerá graças ao motor biturbo de quatro litros.

Deixe uma resposta

*