Americanos fazem Mini clássico com mais de 500 cv

Super Cooper Type S View Gallery 7 photos

Serão produzidos apenas 10 exemplares deste Super Cooper Type S. Custa 133 mil euros.

O pequeno Mini original é um dos automóveis mais icónicos de sempre. O modelo foi um pioneiro no que se refere à colocação do motor em posição transversal à frente do condutor. Como tal, atualmente, é um dos clássicos mais estimados por colecionadores e alvo de conversões por parte de algumas empresas. Este Super Cooper Type S modificado pela Gildred Racing é um dos exemplos mais extremos disso mesmo.

A preparadora norte-americana achou que poderia desenvolver uma versão do famoso veículo com mais “picante” e decidiu instalar-lhe um motor Honda V6 de 3.2 litros, que produz 264 cv de potência e 315 Nm de binário. Como se isso não fosse suficiente, os engenheiros decidiram acrescentar um compressor Rotrex, uma nova cambota, pistões forjados, injetores mais eficientes e ainda um intercooler feito sob medida. O resultado são uns incríveis 509 cv de potência e 519 Nm de binário para 635 quilogramas. Dada a dimensão do motor, este teve de ser colocado numa disposição central, logo atrás do condutor e passageiro. De modo a lidar com o descomunal aumento de potência, todos os outros componentes foram aprimorados e o Super Cooper Type S recebeu uma caixa manual de seis velocidades, conjuntos de suspensão coilover inteiramente novos e um sistema de travões com discos ventilados de 240 mm da Wilwood.

Quanto ao exterior, a Gildred Racing optou por manter o habitual exterior de um Mini clássico restaurado. Já no interior, o modelo recebeu alguns sistemas de infotainment atuais e outros componentes derivados da competição como as bacquets da Recaro, o volante da Sparco e o arco de segurança. A empresa norte-americana refere que produzirá somente 10 exemplares deste Super Cooper Type S e que cada um será vendido por 133 mil euros.

Deixe uma resposta

*