Próximo Mercedes-AMG S63 será híbrido com 805 cv

Novo Mercedes-Benz Classe S ainda camuflado

Na nova geração, a versão de topo da berlina será exclusivamente “eletrificada”.

A Mercedes-Benz está vai apresentar a sétima geração do Classe S (W223) a 2 de setembro. O novo modelo será produzido na nova Factory 56, que será inaugurada em setembro, e as primeiras unidades têm chegada prevista para novembro. A grande novidade agora revelada agora pelo Mercedes-Benz Passion Blog é que a versão S63, que só estreará no próximo ano e que estará à venda apenas no outono de 2021, será aposta apenas num inédito formato “eletrificado”.

Ao que tudo indica, a versão de topo da berlina de Estugarda (uma vez que não existirá S65 com motor V12 na nova geração do Classe S), que se chamará Mercedes-AMG S63 EQ Performance 4Matic+, adotará o mesmo sistema estreado há mais de três anos no Mercedes-AMG GT Concept (que evoluiu, entretanto, para o AMG GT 4 portas): um sistema híbrido plug-in com uma potência combinada de 805 cv. Este é formado por um motor V8 4.0 biturbo de 603 cv a funcionar em conjunto com um motor elétrico de 201 cv, além de uma caixa automática de nove velocidades. Isto significa que o S63 “térmico” fica pelo caminho em detrimento desta versão “eletrificada”, que será oferecido apenas no formato berlina, uma vez que o coupé e o cabrio deixarão de ser produzidos.

Além do S63, o novo Mercedes-AMG GT 73e, que estreará entre o final deste ano e o início do próximo, contará com o mesmo sistema híbrido plug-in.

Deixe uma resposta

*