Mercedes-Benz confirma AMG e Maybach elétricos

Protótipos dos novos Mercedes-Benz EQ View Gallery 6 photos

Marca alemã contará com dez modelos elétricos da família EQ até ao final de 2025.

A Mercedes-Benz confirmou mais dados acerca da ofensiva de modelos elétricos da família EQ. Durante uma conferência aos investidores, a marca de Estugarda revelou um vídeo no qual é possível ver protótipos da berlina EQS, da berlina EQE e do SUV EQS em testes na zona da Floresta Negra, na Alemanha. O principal destaque vai para o modelo de topo EQS, uma berlina alinhada com o Classe S que será feita a partir de uma nova plataforma específica para modelos elétricos. Esta base chama-se Electric Vehicle Architecture (EVA). Além disso, o modelo a lançar na segunda metade do próximo ano terá a sua própria carroçaria e motor. Para o efeito, a marca alemã adianta que o EQS contará até 700 km de autonomia (WLTP). Mais importante do que isso, está confirmada uma versão de cunho mais desportivo Mercedes-AMG deste EQS, modelo que será construído juntamente com a sétima geração do Classe S em Sindelfingen (na Alemanha).

Este EQS será apenas a “ponta do iceberg” pois estão na calha vários modelos elétricos. Confirmados estão também o EQS SUV (a lançar em 2022), equiparado ao GLS, o EQE berlina (também previsto para 2022), alinhado com o Classe E, e o EQE SUV (calendarizado para 2023), o equivalente ao GLE. Tal como sucede com o EQS, este trio terá uma carroçaria e uma plataforma à parte das versões térmicas.

As novidades não se ficam por aqui no que toca a modelos “zero emissões”, pois a Mercedes-Benz está a preparar o EQA, uma variante elétrica do GLA que começará a ser produzida ainda este ano, e EQB, o “irmão” elétrico do GLB que se materializará em 2021. Ao contrário do que acontece com os modelos de gamas superiores, estes compactos elétricos partilharão a plataforma com as versões térmicas.

Na calha está igualmente o EQA berlina, derivado do Classe A, mas também uma versão elétrica do Classe G, assim como variantes 100% elétricas a lançar pela submarca Mercedes-Maybach.

Recorde-se que a oferta atual de modelos elétricos da Mercedes-Benz atualmente cinge-se ao SUV EQC e ao monovolume EQV.

O chairman da Mercedes-Benz, Ola Källenius, anunciou que serão investidos 10 mil milhões de euros para colocar no mercado dez modelos EQ até ao final de 2025.

Nessa altura, a Mercedes-Benz introduzirá uma nova plataforma MMA exclusiva para carros elétricos compactos e médios. Nos planos da marca alemã está ainda o alargamento da produção de um dos modelos EQ, a berlina EQE, para solo chinês, mais concretamente através da joint-venture com a BAIC.

Deixe uma resposta

*