Mercedes-Benz vai estrear EQS em abril

Mercedes-Benz EQS View Gallery 4 photos

Berlina elétrica de topo, alinhada com o Classe S, será feita com base numa nova plataforma e contará com um novo interior, onde se destaque um ecrã com 141 cm de largura.

A Mercedes-Benz revelou a primeira imagem teaser do EQS, o seu novo modelo elétrico de referência que será revelado em abril – coincidindo com a data na qual se realiza habitualmente o Salão de Xangai (na China) – sendo que as primeiras unidades deverão começar a ser entregues no decurso do segundo semestre. Este modelo com cerca de 5,20 metros de comprimento, alinhado com o Classe S, abrirá caminho a nível estético para as próximas propostas da marca da estrela, além de incluir equipamento de luxo inédito. A Mercedes-Benz para já mostra apenas a silhueta do EQS, assim como algumas fotos do carro ainda com a frente e a traseira camuflados, guardando segredo sobretudo acerca do formato da grelha dianteira digital, que deverá contar com 188 LED individuais em forma da estrela da marca. As imagens deixaram transparecer uma generosa distância entre eixos – habitualmente só disponível num Mercedes-Maybach – que contrastam com vãos particularmente encurtados, de modo a favorecer a habitabilidade dos ocupantes, sobretudo nos lugares posteriores, onde existem bancos reclináveis eletricamente. Esperam-se ainda assim faróis dianteiros rasgados e farolins unidos por uma barra luminosa, puxadores das portas escamoteáveis, portas sem moldura, um tejadilho panorâmico gigantesco em vidro e jantes até 24 polegadas.

Este EQS, que destronará o Classe S como referência tecnológica na marca de Estugarda, é feito com base na nova plataforma específica para modelos elétricos MEA (também conhecida como EVA 2.0.). A berlina será feita a partir de uma mistura entre aço, alumínio e fibra de carbono, além de material reciclado (para o interior). Graças a uma nova bateria de iões de lítio e à carroçaria de formato coupé, cuja secção dianteira é mais curta quando comparada com um SUV, o EQS deverá garantir um alcance total até 700 km com a bateria totalmente carregada. A bateria, posicionada entre ambos os eixos, é produzida pela Daimler em Hedelfingen e as células são fornecidas pelos chineses da CATL.

O EQS terá uma gama formada por nove versões: umas com apenas um motor elétrico e outras mais potentes com dois motores (e tração integral). No topo figurará uma variante Mercedes-AMG com 680 cv e uma bateria de 110 kWh de capacidade. A berlina elétrica estará apta a carregar o equivalente a 250 km de autonomia em 15 minutos a 350 kW. Outra das versões deverá replicar o concept de 476 cv capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos. O EQS será produzido em Sindelfingen, na nova Factory 56.

O interior, inspirado no universo dos iates de luxo, também promete ser revolucionário, com a inclusão do Hyperscreen com 141 cm de largura, que dá a ilusão de um ecrã contínuo a ocupar todo o tablier. Este painel com tecnologia OLED abarca o painel de instrumentos digital quase vertical e o ecrã central tátil inclinado para o condutor com 12,8 polegadas, disposto na diagonal, para o sistema de infotainment – equipado com um sistema de inteligência artificial. Destaque ainda para a compatibilidade com condução autónoma de nível 3.

Deixe uma resposta

*