Czinger bate recorde da volta mais rápida em Laguna Seca

Czinger 21C

O 21C, um Hipercarro híbrido de motor V8, superou o tempo do McLaren Senna.

A californiana Czinger apresentou-se ao mundo no início de 2020 com o protótipo 21C. Sensivelmente um ano depois revelou a versão de produção, prometendo prestações impressionantes. Mas nada como ver em prática aquilo que este hipercarro é capaz de fazer. Foi precisamente para provar todo este potencial que a Czinger levou um protótipo ao famoso circuito de Laguna Seca, na Califórnia, para bater o recorde da volta mais rápida de sempre em modelos de produção em série. Com o tempo de 1 minuto e 25,44 segundos, o hipercarro superou o tempo do McLaren Senna em dois segundos. Aliás, bastaram duas voltas à pista para bater o recorde, que foi obtido com uma temperatura atmosférica de 15,5 graus e um vento a 14 km/h a soprar a noroeste. Além disso, o carro tinha pneus de estrada Michelin Sport Cup 2R. Ao volante esteve o piloto de competição norte-americano Joel Miller.

O 21C é um hipercarro híbrido com um motor V8 2.9 biturbo de cambota plana de colocação central a enviar potência para as rodas traseiras por uma caixa automática de sete velocidades, que funciona em conjunto com dois motores elétricos dianteiros (um por roda). O débito de potência do conjunto é de 1250 cv (1350 cv em “overboost”). Com 1240 kg, anuncia 0-100 km/h em 1,9 segundos, 0-300 km/h em 13,8 segundos e 0-400-0 km/h em 27,1 segundos, sendo capaz de atingir o “redline” às 11.000 rpm. O hipercarro californiano é capaz de gerar uma “downforce” de 2500 kg a 322 km/h na sua configuração mais agressiva ou de 615 kg a 160 km/h. O vídeo abaixo mostra a referida volta recordista.

O 21C, limitado a 80 unidades, fará a sua estreia em público na Monterey Car Week, que se realiza entre 12 e 16 de agosto, nos EUA. As primeiras unidades serão entregues ainda este ano. A Czinger tem na calha a produção de mais três modelos, sendo que o próximo está previsto para 2023.

Deixe uma resposta

*