Salão de Genebra cancelado pelo terceiro ano consecutivo

Salão de Genebra

Salão europeu de maior prestígio foi anulado devido aos efeitos da Covid-19 e da escassez de semicondutores na indústria automóvel.

A próxima edição do Salão de Genebra foi cancelada. Segundo a organização, o certame previsto para fevereiro de 2022 não se realizará pelo terceiro ano consecutivo devido ao impacto da pandemia de Covid-19 na indústria, num ambiente em que as viagens internacionais continuam a ser condicionadas – o que impede a realização de um evento com a dimensão habitual daquele que é conhecido como o salão europeu de maior prestígio de há várias décadas a esta parte.

Outro fator citado pelos organizadores para esta decisão de não ir avante com o evento é o facto de estarmos em plena crise de fornecimento de semicondutores, o que continua a atrasar a produção e muitos dos lançamentos – o que tem implicações negativas na saúde financeira nas marcas. Por isso, “em face das várias marcas de anunciaram que não irão ao evento, decidimos que adiá-lo para o próximo ano é o melhor tanto para as marcas como para os fãs de automóveis”, refere em comunicado o comité permanente do Salão de Genebra, que espera que em 2023 o evento já possa estar na máxima força.

Esta notícia surge poucas semanas após o anuncio da parceria com o Qatar Tourism para a realização de uma bienal paralela ao Salão de Genebra que se realizará em Doha já no outono de 2022 ou, o mais provável em face deste cancelamento do evento principal na Suíça, em 2023.

Apesar de mais este cancelamento, os próximos salões de automóveis continuam no calendário. Assim, depois de em setembro passado se ter realizado o Salão de Munique (em substituição do de Frankfurt), o próximo evento no calendário é o Salão de Los Angeles nos EUA, seguido do Salão de Guangzhou na China, previsto para novembro.

Deixe uma resposta

*