Crossover elétrico Opel Manta-e chega em 2024

Render do Opel Manta-e

Modelo do segmento D com 4,70 metros de comprimento posicionar-se-á entre o atual o futuro Astra elétrico e o atual Insignia.

As gerações mais recentes do Mokka e do Corsa estabeleceram os alicerces do que será a Opel nos próximos anos, agora integrada no grupo Stellantis. A segunda etapa desta estratégia passará por converter num emblema dedicado em exclusivo a produzir modelos elétricos – uma transição que estará concluída em 2028. Isso implica profundas alterações na gama. Uma das novidades será a aposta no Manta-e, um crossover elétrico de visual desportivo, a lançar em 2024.

Este Manta elétrico (na imagem um “render” digital da Motor.es), que recupera o nome de um lendário coupé da marca de Rüsselsheim, será feito com base na plataforma STLA Medium. Esta estrutura possibilitará configurações FWD, RWD e AWD, com motores a oscilarem entre 170 e 245 cv. Além disso, permitirá encaixar baterias entre 87 e 104 kWh de capacidade, dotando o crossover elétrico de uma autonomia até 700 km (WLTP). Este modelo “zero emissões” terá cerca de 4,70 metros de comprimento e encaixará no segmento D, posicionando-se entre o futuro Astra-e, uma variante elétrica prevista para 2023, e o atual Insignia, que deverá receber uma nova geração em 2024, mantendo-se como o modelo de referência da marca alemã.

Visualmente, o Manta-e terá proporções generosas e adotará a frente de família Vizor. Misturando linhas desportivas e elegantes, o crossover contará com um ângulo suave do para-brisas que juntamente com formato dos pilares traseiros ajuda a criar de uma espécie de interior ao estilo de uma cápsula.

Deixe uma resposta

*