Lotus cria divisão de elite

Teaser do que poderá ser o primeiro projeto da Lotus Advanced Performance

O novo departamento Advanced Performance terá em mãos modelos mais exclusivos e desportivos de edição limitada.

A Lotus encontra-se em fase de transição para se dedicar quase em exclusivo a modelos elétricos, com a ambição de ter um posicionamento global. Como tal, o fabricante britânico vai expandir o seu ramo de atividade com a nova divisão Advanced Performance. Seguindo a lógica do que fazem muitos outros fabricantes dedicados a supercarros (nomeadamente a Ferrari, Aston Martin ou a McLaren), o novo departamento da marca britânica ficará encarregue de gerir projetos especiais, nomeadamente modelos mais exclusivos e desportivos de edição limitada (alguns deles exemplares únicos). No fundo, o novo departamento terá em mãos o processo de personalização com cores, equipamento e materiais especiais. A primeira edição com estas caraterísticas deverá ser uma edição limitada do Emira que deverá ser lançada nas próximas semanas.

Uma das prioridades da nova divisão será a organização de cursos de condução da Lotus Driving Academy em todo o mundo, a realização de eventos exclusivos para clientes e visitas à remodelada fábrica de Hethel. A isso juntará ainda a área da competição automóvel. Esta Advanced Performance ficará encarregue de fornecer os carros de competição e apoiar “gentlemen drivers”, começando com quem comprou o Emira GT4. Na lógica disso, faz sentido que um dos primeiros projetos especiais da Lotus Advanced Performance (LAP) seja de um novo modelo de competição aberto, ao estilo Can-Am – apesar de a Lotus nunca ter participado oficialmente no Can-Am… -, embora com uma abordagem moderna, cuja asa traseira gigantesca, pneus sobredimensionados, ponteiras de escape enormes e arco protetor estejam à vista na primeira imagem teaser agora revelada.

Recorde-se que a Lotus quer alargar a sua gama até 2026 com dois SUV, um coupé de quatro portas e um desportivo – todos 100% elétricos.

Deixe uma resposta

*