Lotus revela silhueta do novo desportivo elétrico Type 135

Imagem teaser do Lotus Type 135

Novo modelo, um sucessor espiritual do Elise, chega em 2026.

A Lotus apresta-se para entrar numa era de eletrificação pura a partir da próxima primavera com a apresentação do primeiro de um novo SUV, conhecido pelo nome de código Type 132, mas que poderá vir a ser designado por Lambda. A este modelo seguir-se-á o coupé de quatro portas Type 133, o pequeno crossover Type 134 e o desportivo Type 135 que tem chegada prevista para 2026. Sabe-se que este desportivo de Norfolk, que será uma espécie de sucessor do Elise (que no mês passado saiu de cena após 25 anos em produção), contará com baterias desenvolvidas com a ajuda dos especialistas da Britishvolt e que dará origem a um “irmão” da Alpine.

A imagem propriamente dita mostra um “nariz” pontiagudo que lembra o Esprit e uma traseira reminiscente do Europa. Aquele que aparenta ser o modelo de dois lugares traz uma linha de tejadilho muito pronunciada, e graças à plataforma E-Sports específica para modelos “zero emissões” deverá privilegiar o espaço a bordo, comparativamente com outros desportivos térmicos. Este modelo que se posicionará abaixo do hipercarro elétrico Evija contará com versões com um ou dois motores. Dependendo da configuração teremos uma versão base com tração traseira e 469 cv e outra de tração integral com 872 cv. A estrutura será 37% mais leve comparativamente com a do Emira e as baterias deverão posicionar-se atrás dos bancos. A plataforma foi desenvolvida para incorporar baterias de 66,4 a 99,6 kWh de capacidade, que possibilitam entre 483 e 724 km de autonomia. O sistema elétrico de 800V permite carregamentos ultrarrápidos.

Se os primeiros três modelos elétricos novos supracitados serão construídos em Wuhan, na China, o desportivo será produzido em Hethel, no Reino Unido. Estes modelos terão a companhia do recém-lançado Emira, que será o derradeiro carro da Lotus com motor de combustão interna.

Deixe uma resposta

*