Aston Martin lança DB11 inspirado na competição

View Gallery 7 photos

O DB11 AMR conta com um chassis com novas afinações e 630 cv, mais 30 cv face ao antigo V12.

A Aston Martin aposta numa versão mais “espigada” do DB11, inspirada no modelo de competição. Já disponível para encomenda, esta nova versão de topo, feita com o selo da Aston Martin Racing, conta com mais 30 cv face ao anterior V12 (que representa 40% das vendas do modelo), reunindo um total de 630 cv debitados do motor 5.2 biturbo de doze cilindros. Este DB11 AMR conta ainda com uma caixa automática F de oito velocidades com uma afinação específica e um novo sistema de escape com um som mais “grave”. Com estas caraterísticas, o modelo britânico consegue acelerar de 0 a 100 km/h em 3,7 segundos (0,2 seg. mais rápido do que antes) e atingir uma velocidade máxima de 335 km/h (mais 13 km/h do que antes). Esta versão AMR beneficia ainda de uma suspensão mais ágil e nova afinação comparativamente com o V8, o que lhe permite melhorar o comportamento mas também ser mais confortável. Esta versão de topo ganha alguns detalhes em fibra de carbono e em preto brilhante no exterior, mas também cromados e uma máscara escurecida nos contornos dos faróis. No interior, há aplicações em alcantara e uma risca na cor lima no volante. Entre as opções, há um novo volante em fibra de carbono e Designer Specifications, que permitem escolher um conjunto de malas a condizer com o carro.

No lançamento, o DB11 AMR está disponível numa versão limitada em Stirling Green e decorações em cor de lima, que remetem para os modelos de competição. Esta variante ganha mais aplicações em fibra de carbono e interior em couro Dark Knight e pespontos em cor lima contrastante. Há apenas 100 unidades disponíveis. As primeiras unidades têm entrega disponível para o segundo trimestre.

A Aston Martin prevê lançar ainda este ano um Rapide AMR. Entretanto, a marca britânica anunciou que abriu um AMR Performance Centre em Nürburgring, na Alemanha. Inaugurando na véspera das 24 Horas de Nürburgring deste ano, este centro permite testar os modelos de competição (para “gentlemen drivers”) mas também que clientes particulares possam marcar os “ring taxis” ou “track days” no circuito. Os aspirantes a pilotos podem igualmente obter a sua licença desportiva através da Driving Academy da Aston Martin.

Deixe uma resposta

*