VW quer vender elétrico por menos de 20 mil euros

VW I.D. Concept

Novo subcompacto tem lançamento previsto para 2020.

A Volkswagen vai definindo a sua estratégia futura com os elétricos I.D. e, segundo fontes da marca à agência Reuters, um dos principais dados que agora vieram a lume prende-se com a possibilidade da marca de Wolfsburg poder vir a lançar o modelo mais acessível do que inicialmente se vinha estimando. A marca alemã irá discutir no dia 16 deste mês (a próxima sexta-feira) esta possibilidade num projeto conhecido como MEB Entry, com um volume de produção previsto na ordem dos 200 mil carros por ano na fábrica de Emden (perto da fronteira com a Holanda) – onde atualmente é produzido o Passat. O modelo em questão é um subcompacto (na imagem o I.D. Concept) previsto para o início 2020, que poderá vir a ser proposto a partir dos 18 mil euros. Resta saber se esse preço se aplica a Portugal e qual a capacidade das baterias e respetiva autonomia da versão de acesso deste modelo que encabeçará a nova submarca da VW. Além deste novo modelo subcompacto está prevista a produção de uma sedan e de uma carrinha de caraterísticas similares.

Outro ponto em discussão na referida reunião será o possível alargamento da parceria com a Ford e a aliança com a fabricante de células de baterias SK Innovation. O plano de transformação da Volkswagen prevê converter o grupo num fabricante de carros elétricos com o objetivo de produzir 3 milhões de unidades por ano a partir de 2025 e ter um portefólio de 80 modelos “eletrificados” entre as suas marcas. O grupo converterá três fábricas para produzir apenas modelos elétricos, em solo alemão: Emden, Zwickau e Hannover. A Buzz (a nova “Pão de Forma”) será feita em Hannover, onde já é feita a atual Transporter. De forma a libertar espaço para a produção de elétricos, a VW poderá passar a produzir modelos na fábrica da Ford na Turquia.

Entretanto, em entrevista ao jornal alemão Automobilwoche, o CEO da VW, Herbert Diess, diz que a marca comprou baterias para 50 milhões de carros.

Deixe uma resposta

*