Skoda estreia novo compacto Scala

Skoda Scala View Gallery 8 photos

O substituto do Rapid tem ambições upmarket, estreando uma nova linguagem estética e um interior modificado.

A Skoda revelou o novo Scala, um familiar compacto que se posiciona entre o Fabia e o Octavia. O novo hatchback de cinco portas, que vem substituir na gama da marca checa a família Rapid (sobretudo, o Spaceback), tem ambições de mercado reforçadas. O Scala chegará em maio do próximo ano, estreando uma linguagem estética na Skoda e um novo interior. Esta proposta mais upmarket estreia na marca a plataforma MQB A0 (a mesma dos VW Polo e T-Cross).

O objetivo dos responsáveis da Skoda é ter um modelo mais emocional em termos visuais, seguindo as linhas do Vision RS concept mostrado no passado mês de outubro no Salão de Paris. Para isso, o fabricante aposta num vidro traseiro prolongado (opcional) que assume o lugar da tampa da bagageira tradicional, com o logótipo da marca. Por dentro, a aposta recai em bancos de tecido de microfibras e materiais mais suaves ao toque na parte superior do tablier. Destaque ainda para o ecrã central tátil flutuante entre 6,5” e 9,2” que pode ser emparelhado com o painel de instrumentos digital com visor de 10,25” (opcional), estreando no grupo VW um software de nova geração. Conta ainda com um sistema wireless compatível com Android Auto e Apple CarPlay, em opção. Entre o equipamento de série conta-se ainda os faróis em LED. O teto panorâmico em vidro é opcional. Entre os sistemas de auxílio à condução destaque para o cruise control adaptativo, sistema de deteção de viaturas em ângulo morto, estacionamento semiautomático, alerta de tráfego traseiro cruzado, assistente de travagem de emergência e de permanência na faixa.

Posicionando-se no segmento C, o Scala (latim para escada) tem 4362 mm de comprimento (o que faz dele 6 cm maior que o antecessor), uma distância entre eixos de 2649 mm (superior ao Rapid Spaceback, o que lhe permite beneficiar sobretudo de mais 2 cm de espaço para pernas nos lugares posteriores) e uma bagageira com 467 litros de capacidade (a maior do segmento, com opção de abertura elétrica). Existe uma opção de suspensão desportiva 15 mm mais baixa, com vários modos de condução à disposição.

É possível optar pelos motores a gasolina 1.0 TSI (três cilindros) de 95 cv e 115 cv ou 1.5 TSI de 150 cv ou o Diesel 1.6 TDI de 115 cv. A caixa automática DSG de sete velocidades é opcional nos Diesel e nos gasolina de 115 e 150 cv.

Deixe uma resposta

*