McLaren especiais celebram êxitos da competição

McLaren MSO ‘Racing Through The Ages’ Collection View Gallery 15 photos

A MSO assinou a coleção Racing Through Ages, com seis exemplares do 570S.

O concessionário da McLaren em Beverly Hills – que deverá ser o recordista deste ano de venda de modelos da MSO (a divisão de operações especiais da marca britânica) a nível mundial – encomendou a coleção Racing Through Ages com base no modelo 570S. Em causa estão três esquemas de cores inéditos (Muriwai, Papaya Spark e Sarthe Grey), alusivos ao historial da McLaren na competição. Cada um deles está disponível nas versões de carroçaria Coupé e Spider. O preço ainda não foi comunicado.

Os seis exemplares em questão contam com uma asa traseira específica e com uma risca GT4 no capot e no tejadilho. Contam ainda com o MSO Defined Black Pack, jantes forjadas em preto brilhante de 10 raios e um sistema de escape em titânio MSO Defined SuperSports. Por dentro, há uma risca GT4 no encosto dos bancos e um logótipo MSO no encosto de cabeça e marca em laranja ao centro no volante. Cada unidade traz também uma placa com o número da unidade na mesma cor do exterior.

O esquema Muriwai White é inspirado no branco e azul das ondas da praia com o mesmo nome da Nova Zelândia. Foi com um carro dessa cor que Bruce McLaren correu pela primeira vez aos 15 anos. Mais tarde, McLaren construiu uma casa com esse nome e as mesmas cores em Woking. No carro, há inscrições na asa traseira, que conta com um logótipo em laranja “Speedy Kiwi”. Papaya Spark é a cor utilizada por McLaren nos modelos de competição dos anos 1960 e 70, em modelos de Can-Am, Indy500 e F1. No modelo especial 570S com este esquema de cores, a asa traseira é em Burton Blue com placa em Papaya Spark – ao mesmo estilo do spoiler em azul dos carros de corrida originais. Por fim, o Sarthe Grey assinala a vitória do F1 GTR em Le Mans em 1995, competição na qual alcançou ainda um terceiro, quarto, quinto e décimo terceiro lugar. Traz uma placa na asa traseira em homenagem a esse triunfo.

Deixe uma resposta

*