VW I.D. Hatchback disponível a 8 de maio

VW I.D. Hatchback ainda camuflado

O modelo elétrico começa a ser produzido em novembro e as primeiras unidades chegam no início do ano.

A Volkswagen está em vias de entrar num novo ciclo, que ficará marcado pela introdução do primeiro modelo da submarca I.D. Conhecido por I.D. Hatchback ou Neo, o novo modelo estará disponível para pré-encomenda a partir de 8 de maio, segundo revelou onde Jurgen Stackmann, o responsável de vendas da marca alemã. O objetivo dos responsáveis da marca de Wolfsburg é garantir clientes para todas as unidades da edição de lançamento até que o modelo seja mostrado ao grande público, em setembro, no Salão de Frankfurt. Este será um indicador da aceitação do novo produto. O hatchback 100% elétrico começará a ser produzido em novembro sendo que as primeiras unidades têm chegada prevista no início de 2020. O novo modelo estreará a plataforma MEB, que será utilizada nos outros modelos da família I.D. a lançar posteriormente. O Neo terá uma versão de acesso com cerca de 330 km de autonomia, estando prevista uma versão topo de gama com cerca de 550 km. A VW já anunciou que este modelo custará sensivelmente o mesmo que um Golf Diesel.

Entretanto, a Volkswagen está a trabalhar num modelo elétrico mais pequeno que o Neo. A confirmação foi dada ontem por Herbert Diess, o responsável executivo da marca, durante a sessão de apresentação de resultados. Este novo modelo tem chegada prevista para 2023, segundo terá dito o gestor à Auto Express. É possível que assuma a forma de um pequeno SUV, do tamanho do novo T-Cross.

Outra novidade relacionada com a Volkswagen trazida hoje a lume pela Automotive News Europe é o adiamento do lançamento da nova geração do Golf para 2020. Contrariamente ao que estava previsto, o novo modelo não será revelado ao público em Frankfurt, em setembro. De acordo Jurgen Stackmann, haverá algumas questões técnicas a resolver com o novo sistema de infotainment mas também o facto de coincidir com o novo I.D. Hatchback/Neo no certame germânico poderia tirar algum protagonismo ao Golf VIII.

Deixe uma resposta

*