VW poderá perder 3 mil euros em cada I.D. Hatch

VW I.D. Hatchback ainda camuflado

Alemães preveem que em 2025 os elétricos sejam mais rentáveis que modelos com motor térmico.

De acordo com a Auto Motor und Sport, a versão de acesso do VW I.D. Hatch, que se poderá vir a chamar Neo e que a revista apelida de ID.3 (na imagem, ainda camuflado), custará 29.990 euros (antes de incentivos governamentais) no seu país de origem. Este valor coloca o modelo elétrico ao mesmo preço do 2.0 TDI Comfortline na Alemanha. Segundo contas feitas pela publicação germânica, o construtor poderá perder 3 mil euros com cada carro nesta fase inicial da produção. Contudo, a boa notícia para o fabricante de Wolfsburg é que os modelos feitos a partir da plataforma modular MEB, específica para modelos elétricos como o I.D. Neo, serão mais rentáveis comparativamente com modelos com motor convencional, a partir de 2025.

O I.D. Hatch será o primeiro modelo da nova vaga de modelos elétricos da VW. As encomendas devem abrir dentro de poucos dias, durante o mês de maio. O modelo será revelado ao grande público no Salão de Frankfurt, em setembro. O Neo terá uma versão de lançamento com bateria de 62 kWh, mas nos extremos estará a versão de acesso com 48 kWh e um topo de gama 82 kWh. As versões de motor traseiro oscilarão entre 170 e 204 cv. Terá uma velocidade máxima limitada a 180 km/h. A bordo terá carregadores de 7.2 e 11 kW, tem em opção o carregador rápido a 125 kW. As primeiras unidades só deverão chegar no início de 2020.

Deixe uma resposta

*