Toyota confirma Supra GRMN, mais potente

Toyota Supra preparado pela Litchfield

O novo “super” Supra terá mais 50 cv, mas não contará com caixa manual.

O Toyota GR Supra (ler Grande Plano da autoDRIVE #23) acaba de chegar ao mercado nacional, mas o responsável pelo projeto já garantiu que haverá uma versão mais potente do coupé. Ouvido pelo Autoblog, Tetsuya Tada diz que o “super” Supra está em fase de desenvolvimento e deverá surgir dentro de três anos, por altura do facelift do modelo atual. Em causa estará um modelo GRMN Supra com um aumento de potência na ordem dos 50 cv debitados do motor 3.0 de seis cilindros turbo, o que fará com que tenha 390 cv. O Toyota GR Supra GT4 de competição serve de ensaio a esta versão com o selo mais desportivo da marca nipónica.

Recentemente, a revista Car and Driver levou o GR Supra (A90) a um banco de potência e descobriu que em vez dos 340 cv anunciados o modelo aproximava-se dos 400 cv. O preparador Litchfield já revelou, inclusivamente, um Supra com 420 cv (na imagem). Além do aumento de potência, a Toyota prevê disponibilizar discos de travão carbocerâmicos e um novo pack aerodinâmico.

Tetsuya esclareceu ainda que estão está prevista, pelo menos para já, uma versão com caixa manual do coupé atualmente produzido juntamente com o BMW Z4 pela mão da Magna Steyr na Áustria. Isto significa que estará disponível apenas a caixa automática de oito velocidades com função de launch control de origem ZF. Quem quiser caixa manual terá de esperar ou optar pelo GT86.

Deixe uma resposta

*