“Carro Assassino” vai a leilão

Plymouth Fury Christine View Gallery 12 photos

O Plymouth Fury de 1958, protagonista do filme de terror “Christine”, poderá rondar meio milhão de euros.

Poucos foram os automóveis que mereceram o estatuto de protagonismo num grande ecrã. Mas ao contrário dos outros, o Plymouth Fury de 1958 conhecido por “Christine” tornou-se conhecido por semear o terror num filme com o mesmo nome realizado por John Carpenter em 1983 (cujo título em português é “Christine, o carro assassino” – que teve honras de sugestão Hollywood Drive na edição #15 da autoDRIVE), por sua vez baseado num livro de Stephen King. Aquele que foi, alegadamente, o único exemplar utilizado nas filmagens vai agora a leilão pela mão da Mecum. O leilão que abriu ontem e que estará aberto até dia 12 de janeiro em Kissimmee (na Flórida, EUA) poderá valer entre 350 mil e cerca de 450 mil euros, segundo estimativas da leiloeira.

O carro foi sujeito a um processo de restauro rigoroso, incluindo a pintura em vermelho com o teto em branco. O interior surge com a mesma combinação de cores. Debaixo do capot está um motor V8 “wedge” com quatro carburadores, coletor de admissão Offenhauser e caixa automática TorqueFlite. Possui ainda travões mais potentes e direção assistida. Não falta também o autocolante com a inscrição “Watch out for me, I am pure evil, I am Christine” no para-choques traseiro.

Além de “Christine”, o Fury fez uma aparição especial noutro filme adaptado de um dos livros de Stephen King, “Cat’s Eye” (em português “Olhos de gato”).

Deixe uma resposta

*