Renovado Mercedes-AMG E53 traz modo drift

Mercedes-AMG E53 View Gallery 32 photos

Marca germânica atualizou toda a gama Classe E, incluindo a versão All-Terrain.

A Mercedes-Benz apresentou a renovada gama Classe E. Um dos principais destaques vai para a versão desportiva Mercedes-AMG E53, que estará disponível a partir do final do ano no formato berlina e carrinha. Posicionada abaixo do E63 (que ainda não foi apresentado) mantem o contributo do motor 3.0 de seis cilindros em linha biturbo com 435 cv e 520 Nm, acoplado a uma caixa automática de nove velocidades com patilhas no volante e um sistema de tração integral 4Matic+ com modo tração traseira. Graças a um sistema “mild hybrid” de 48V e alternador/motor de arranque EQ Boost, consegue acrescentar em overboost mais 22 cv e 250 Nm, alcançando assim 457 cv e 770 Nm. Com estas caraterísticas, a berlina consegue acelerar de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos, que passam a 4,6 seg. na carrinha. Em ambos os casos, a velocidade máxima é limitada eletronicamente a 250 km/h (extensível a 270 km/h com AMG Driver’s Package opcional). Neste modelo desportivo é possível optar pelos modos de condução Slippery, Comfort, Sport, Sport+ e Individual. O ESP pode ser configurado nas especificações Basic, Advanced e Pro. O E53 conta com discos de travão perfurados e ventilados no eixo dianteiro, de medida 370×36 mm com pinças de quatro êmbolos no eixo dianteiro. Atrás, os discos têm 360×26 mm e uma pinça de um êmbolo. A AMG assina a suspensão pneumática de ajuste permanente AMG Ride Control+, que possui os modos Comfort, Sport e Sport+. Uma das novidades é o AMG Dynamic Plus Package (antes reservada apenas aos modelos de oito cilindros) que inclui um programa de condução Race e um inédito modo Drift. Realce ainda para as pinças de travão em vermelho, volante Dinamica AMG Performance que pode ser revestido em microfibra Dinamica ou couro, além de acrescentar um “manettino” para controlar os modos de condução. Visualmente, o E53 de 2020 segue as mesmas modificações operadas na base da gama E, que incluem a frente e a traseira reformuladas. A principal diferença para o AMG é a inclusão da grelha Panamericana com listas verticais. Face ao seu antecessor, este E53 conta com para-choques redesenhados, spoiler na tampa da mala, difusor com aspeto mais agressivo incorporando quatro ponteiras de escape e um capot com duas entradas de ar (também disponível nos níveis de equipamento AMG Line e Avantgarde). Quem acionar o AMG Night Package opcional tem direito a detalhes em preto brilhante nomeadamente no lábio dianteiro, capas dos espelhos, moldura dos discos, lista do avental traseiro e ponteira de escape. A grelha também pode ser escurecida, em opção. Existem três novas cores em catálogo: Graphite Grey, Mojave Silver e High-Tech Silver. O carro surge de série com jantes de 19 polegadas com cinco raios duplos (havendo opção de medida 20). Por dentro, tal como sucede com a restante gama Classe E, este E53 beneficia do sistema de infotainment MBUX e painel de instrumentos configurável. Acrescenta, no entanto, bancos desportivos específicos em preto revestidos a Artico/Dinamica, com pespontos em vermelho e logótipo AMG. Em opção, existe o AMG Performance Seat Packages, cintos de segurança em vermelho e elementos decorativos especiais. O volante recebe um desenho específico e surge revestido em couro e microfibra ou microfibra Dinamica.

Ainda antes, no verão, surgirá no mercado o renovado Classe E (W213), que conta com faróis redesenhados, novo para-choques dianteiro e grelha mais larga. Atrás, os farolins assumem um formato horizontal, ao estilo do CLS, a que se junta um para-choques com um novo formato. Por fim, há três novos formatos para as jantes e três novas cores exteriores. No interior, o Classe E recebe o sistema MBUX e um painel de instrumentos modificado. Surge de série com dois ecrãs de 10,25 polegadas, podendo ser encomendado em opção com dois de 12,3”. Para navegar nos menus de ambos pode ser utilizado o ecrã tátil, um novo touchpad na consola central, comandos por gestos ou por voz. Outra novidade é função “energizing” que permite regular a posição dos bancos para uma viagem mais confortável ou brindar os ocupantes com massagens, luz ambiente e música de relaxamento. Existe ainda uma opção “PowerNap” para as versões híbridas plug-in – com os programas “adormecer”, “dormir” e “despertar” – prometendo ajudar a melhorar o desempenho do condutor e fornecer energia. O volante recebeu um novo desenho e pode ser encomendado numa versão integralmente em couro, couro e madeira e com fundo plano. Os bancos, forro das portas e outras superfícies na zona superior do tablier podem ser revestidas em Artico, couro Nappa acolchoado, entre outros materiais. O renovado Classe E inclui vários sistemas de ajuda à condução, nomeadamente, Active Brake Assist, Active Speed Limit Assist, Active Distance Assist Distronic, Active Steering Assist, Active Blind Spot Assist e Active Parking Assist com Parktronic e câmara de 360 graus, além da função Active Stop-and-Go Assist. Este facelift traz sete versões híbridas plug-in, distribuídas entre a berlina ou carrinha, tração integral ou traseira, com motor Diesel ou gasolina. Na Europa, a gama a gasolina oscila entre 156 e 367 cv e entre os 160 e 330 cv no Diesel. Passa a figurar nas opções do E a versão “mild hybrid” com motor de quatro cilindros a gasolina M254 de 272 cv com sistema de 48V/ISG a contribuir para um overboost de 20 cv e 180 Nm. Esta versão permite “coasting” e recuperação de energia. Novo na gama é também o seis cilindros em linha a gasolina 3.0 M256 igualmente “mild hybrid” com 367 cv. A oferta é complementada pelo seis cilindros Diesel OM656. O funcionamento da caixa automática de nove velocidades 9G-Tronic foi otimizada.

A Mercedes-Benz aproveitou igualmente para apresentar a renovada carrinha “radical” Classe E All-Terrain, a lançar mais perto do final do ano. Esta versão “off-road” que inclui de série o sistema de tração integral 4Matic e que surge com maior altura ao solo, diferencia-se pela grelha do radiador, proteções adicionais da carroçaria, jantes de 19 polegadas de série e apontamentos cromados. Por dentro, realce para os modos de condução adicionais Offroad e Offroad+.

Deixe uma resposta

*