Peugeot diz que sigla GTi é para continuar

Sucessor do 208 GTi poderá ser elétrico

Emblema desportivo poderá ser utilizado numa versão desportiva do novo 208 elétrico.

Apesar dos piores cenários indicarem o fim da histórica sigla de modelos desportivos GTi, em detrimento da nova Peugeot Sport Engineered (PSE) – já utilizada numa versão híbrida plug-in do 508 -, a verdade é que parece haver espaço para a continuidade do emblema em futuras produções mais “picantes” da marca de Sochaux. Em entrevista à Autocar, Jean-Phillippe Imparato, o CEO do construtor francês reconheceu a importância histórica destas três letras que normalmente associamos a modelos térmicos, mas apesar dos tempos serem outros há espaço para venha a ser utilizada num novo modelo, provavelmente uma versão desportiva do e-208. “Estamos a trabalhar no que poderá ser o GTi do futuro. Se há carro que poderá vir a continuar com esse emblema é o 208, mesmo se for elétrico. Para o resto, será o símbolo PSE”, adianta Imparato. Para o francês, PSE e GTi referem-se a sensações diferentes em termos de performance.

Ao que tudo indica, este projeto do 208 GTi elétrico já está em marcha e há um protótipo a estrear no Salão de Paris, em outubro deste ano, que poderá confirmar. Certa para o certame da “cidade luz” é a estreia da versão de produção do 508 PSE. A Peugeot estima que caso venha a vender entre 1000 e 2000 desta versão híbrida plug-in já será um sucesso. Imparato vai ainda dizendo que a fórmula do 508 PSE também poderá vir a ser aplicada no 3008 ou noutros carros da marca.

Deixe uma resposta

*