BMW aposta em Diesel híbridos no Série 7

BMW Série 7 View Gallery 5 photos

Novos seis cilindros 3.0 associados à tecnologia de 48V trazem mais potência, com benefício nos consumos e emissões.

A BMW está a trabalhar na próxima geração do Série 7, que deverá chegar ao mercado em 2022, mas isso não a impediu de apresentar uma nova família de motores 3.0 de seis cilindros em linha Diesel – já presente no Série 5 – que será lançada Europa neste mês de julho. Esta nova motorização híbrida recorre a um sistema elétrico 48V dotado de um gerador/motor de arranque, que contribui para um “overboost” de 11 cv. De acordo com o fabricante, este sistema permite reduzir os consumos entre 0,4 e 0,6 l/100 km. A “culpa” é repartida com a introdução da mais recente geração do sistema de injeção common-rail (que agora trabalha a 2700 bar – cerca do dobro do anterior -, contribuindo para uma resposta mais espontânea a baixos regimes) e a um novo sistema duplo tratamento de gases de escape SCR, que ajudam o novo Diesel a cumprir com a norma Euro 6d.

Este motor passa a estar presente no 730d e no 730d xDrive (e as suas respetivas derivações longas), com mais 21 cv e mais 30 Nm, para um débito total de 286 cv e 650 Nm entre as 1500 e as 2500 rpm. Graças a isso, a berlina passa a acelerar de 0 a 100 km/h em 5,9 e 5,6 segundos, respetivamente.

O novo motor Diesel híbrido chega ainda ao 740d xDrive numa configuração mais potente. Agora com mais 20 cv e 20 Nm, esta versão a gasóleo da berlina de topo da casa de Munique reúne agora 340 cv e 700 Nm disponíveis entre as 1750 e as 2250 rpm, que contribuem para projetar a berlina de luxo num 0-100 km/h em 5 segundos (0,2 segundos mais rápido do que antes). Anuncia consumos de 5,2-5,4 l/100 km.

Além do novo motor, a BMW aproveitou para integrar um sistema de direção ativa às quatro rodas em todas as versões do Série 7, que favorece especialmente em manobras.

Deixe uma resposta

*