Novitec eleva McLaren GT a supercarro de 707 cv

McLaren GT by Novitec View Gallery 11 photos

O modelo mais prático e confortável de sempre da marca britânica “cerra os dentes” nesta preparação, com um escape que o faz soar ao P1.

Tal como o acrónimo simboliza, a McLaren fez do GT o seu Grand Tourer. O modelo de motor central e arquitetura em fibra de carbono tem um sentido prático e refinamento ímpares na gama atual da marca britânica – afinal tem um total de 570 litros de volume de carga (divididos entre o compartimento dianteiro e o posterior). Contudo, o preparador Novitec tem uma ideia diferente e apresentou uma versão transfigurada do GT, mais alinhada com os pergaminhos dos supercarros que normalmente saem da sua oficina. Para começar, graças a uma reprogramação da ECU, mudanças no sistema de injeção e de ignição e recalibração da pressão do turbo, conseguiu extrair 707 cv e 714 Nm de binário máximo (mais 87 cv e 84 Nm face ao modelo base) debitados do motor V8 4.0 biturbo. Esta potência extra permite um fôlego adicional no percurso de 0 a 100 km/h em 3 segundos (0,2 seg. mais rápido do que antes) e alcançar uma velocidade máxima de 333 km/h (em vez de 326 km/h).

Como seria de esperar, as modificações não se ficam por aqui, envolvendo molas 25 mm mais baixas, pneus mais largos no eixo posterior e um novo escape em aço inoxidável, que faz o GT soar ao topo de gama P1. É preciso também contemplar algumas alterações na carroçaria, nomeadamente com a inclusão de um novo lábio dianteiro, que aponta o ar para os radiadores e travões, entradas de ar reconfiguradas e um spoiler traseiro em carbono. A completar o embelezamento do conjunto estão jantes forjadas da Vossen com 20 polegadas à frente e 21 polegadas atrás.

Por dentro, o cliente pode optar por revestimentos em couro e Alcantara, com acabamentos em diferentes cores e padrões.

Deixe uma resposta

*