Probe 16 do filme “A Laranja Mecânica” vai a leilão

M505 Adams Brothers Probe 16 View Gallery 10 photos

Só foram produzidas três unidades deste modelo de 1969, feito com base num Durango 95.

Quando um carro histórico de tração traseira, motor central, com caixa manual, e que até conta com uma “participação” num filme, é quase obrigatório falar nele. Muito mais quando se trata de um M-505 Adams Brothers Probe 16 (AB/4) de 1969 que vai a leilão. É natural já ter reconhecido o carro pelas fotos, sobretudo se é fã de um dos filmes de culto da década de 1970, “A Laranja Mecânica” (“Clockwork Orange”). Contudo, apesar de não ser utilizado nas filmagens, o exemplar que vai a leilão foi um dos três construídos especificamente para o filme realizado em 1971 por Stanley Kubrick. Ainda assim isso não deslustra a importância do modelo que será leiloado a 14 de agosto pela mão da Bonham’s em Monterrey (EUA) – com a organização a estimar que possa ser arrematado entre 127 e 212 mil euros.

O Probe 16 é na verdade feito com base num também emblemático Durango 95 (que até deu nome a um instrumental da banda de Punk Rock norte-americana The Ramones). A escolha do carro para a película deve-se essencialmente ao design extremo, com um nariz “afiado” e cavas das rodas pronunciadas, da autoria de Dennis e Peter Adams (sediados em Bradford-on-Avon, no Reino Unido), antigos designers da Marcos. O modelo com carroçaria em fibra de vidro tinha apenas 86 cm de altura, com jantes de 10 polegadas à frente e de 13 atrás, e o acesso ao interior era feito através de um tejadilho em vidro retrátil. A posição de condução era estranha, com a coluna de direção entre as pernas, e o volante colocado à direita tinha dois raios. O motor deste Probe 16 era um herdado de um Austin 1800, um quatro cilindros colocado numa posição transversal, acoplado a uma caixa manual de quatro velocidades, preparado pelos ingleses da JanSpeed. Além de passar a chegar a 1.9 de cilindrada (em vez de 1.8), graças à inclusão de dois carburadores Weber, o desportivo passou de um débito de potência a rondar os 100 cv. Para tornar este carro ainda mais especial, o motor está assinado pelo ator Malcom McDowell que desempenhou o papel de protagonista do filme. A suspensão era totalmente independente e com discos nas quatro rodas.

Esta preciosidade laranja (com o número de chassis AB/3) que vai agora a leilão esteve em exposição no London Motor Show em 1969, tendo sido depois comprado pelo baixista dos Cream, Jack Bruce, e posteriormente por um colecionado canadiano. Outro seu conterrâneo adquiriu-o em 1983, mantendo-o até aos dias de hoje. O Probe 16 esteve até ao ano passado no Petersen Automotive Museum, em Los Angeles (EUA), integrado na exposição alusiva a carros conhecidos do cinema intitulada “Dream Machines – Vehicles of Science, Fiction, and Fantasy”.

Em jeito de curiosidade, o primeiro carro foi vendido após a conclusão de produção do filme e foi destruído num incêndio. O outro exemplar esteve em exibição no Pollock Auto Showcase nos EUA até 1990, tendo sido comprado por um colecionador britânico.

Deixe uma resposta

*