RM Sotheby’s vai leiloar coleção de especiais de homologação

Audi Ur quattro 1983 View Gallery 33 photos

A seleção conta com a presença de seis automóveis marcantes na história da categoria.

Depois de ter sido apresentado o novo Toyota GR Yaris, o interesse nos modelos especiais de homologação ressurgiu entre os amantes de automóveis. Com o objetivo de satisfazer os seus desejos, a RM Sotheby’s decidiu organizar uma coleção de seis modelos que pertencem à categoria que possibilitou o desenvolvimento de alguns dos automóveis de competição mais icónicos de sempre. São eles:

Um Audi quattro de 1983, o primeiro automóvel a adotar um sistema de tração integral inteligente na competição. É, até aos dias de hoje, um dos responsáveis por estabelecer a identidade e mostrar a tecnologia do construtor com sede em Ingolstadt. É esperado que seja arrematado por um valor entre os 33 mil e os 41 mil euros.

Um BMW M3 Sport Evolution de 1990, um modelo com produção limitada a 600 unidades que utilizava a experiência adquirida no campeonato alemão de turismo (DTM). Acabaria por receber um conjunto de melhorias que o tornavam ainda mais exclusivo ao ponto de valer, atualmente, entre 102 mil e 122 mil euros.

Um Lancia Delta HF Integrale Evoluzione II de 1995, que é, até aos dias de hoje, o modelo mais bem-sucedido no campeonato do mundo de ralis. O exemplar em causa está pintado na cor “Blue Lagos” e faz parte de uma edição limitada a 215 exemplares. As estimativas referem que o seu valor se deverá situar entre os 73 mil e os 90 mil euros.

Um Lancia Fulvia Coupe 1,6 HF de 1972, que foi responsável por demonstrar a competitividade dos automóveis de tração dianteira. A unidade que pode observar nas imagens recebeu algumas modificações como os assentos de competição, o volante da MOMO e até um arco de segurança parcial. Poderá atingir valores entre os 24 mil e os 33 mil euros.

Um Mercedes-Benz 190 E 2.5-16 Evolution II de 1990, o principal rival do BMW M3 Sport Evolution referido anteriormente. Possui o inesquecível motor de 2.5 litros e quatro cilindros em linha desenhado pela Cosworth, que debitava 235 cv de potência na especificação de estrada. Deverá ser arrematado por um valor entre os 143 mil e os 184 mil euros.

Um Mercedes-Benz 560 SEC AMG 6.0 “Wide-body” de 1989, um dos automóveis integralmente preparados pela AMG antes de ser assinada a fusão da preparadora com a marca germânica. Segundo refere a leiloeira, existem somente 50 exemplares deste modelo alimentado por um poderoso motor de 6.0 litros. Espera-se que alcance um valor entre os 143 mil e os 184 mil euros.

Deixe uma resposta

*